sexta-feira, março 30, 2007

Henry Sobel

Sou romântico, desde criança acumulo heróis pela vida. A maioria é de ficção, conheci em livros que me apaixonaram. Outros, bem poucos, são reais.
Acho importante que tenhamos nossos exemplos, referências, pessoas que admiramos e que fizeram pelo próximo, com bravura, o que a maioria não fez. É através do olhar colocado neles que conseguimos valorizar o mundo em que vivemos. Sempre que minha fé pela humanidade diminui, o que é cada vez mais freqüente, lembro dessa gente com valor acima da média.
O que aconteceu com o rabino Henry Sobel me comoveu. Por tudo o que representou no período da ditadura, pela dignidade com que enfrentou o aparato militar denunciando, resistindo, arriscando-se em favor da justiça. Há muitos anos o vejo como um dos símbolos do que há de melhor em nossa sociedade. Sempre o vi falando, com seu imutável sotaque americano, coisas decentes. Como não sou judeu fico à vontade para afirmar: é um de meus heróis vivos.
Prefiro acreditar que esteja doente, com algum problema que lhe afete a percepção das coisas, a memória, a capacidade de discernir. Não me digam outra coisa.

18 comentários:

O Meu Jeito de Ser disse...

Lord, hoje enquanto almoçávamos, e conversávamos eu e o Valter, usei esta mesma palavra para o ocorrido.
Que pena, ele deve estar sofrendo,porque será que acontece uma coisa assim com pessoas boas?
Lamento profundamente.
Um beijo

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,
Acabei de falar com minha mãe pelo telefone e acho que o sentimento é geral. Ele não merecia passar por isso.
Beijo

Sibila disse...

Sei lá, tb acho q foi esquisito e torço pra um eqüivoco: erraram a pessoa e os q a consideraram. E se errou o Sobel, errou, pessoa errante como qqr um, mas ñ deixou de ser integralmente um lutador. Vamos jogar tudo na lata do lixo? Olho por olho, dente por dente? Ôpa, ôpa, quem somos nós? Precisamos de um pai incólume ou aprendemos q nosso pai e nossa mãe (santa?), erram tb? Sobel, o q ele já fez? Esse cara q já se mostrou gente boníssima se incorreu em erro grave agora (parece q sim, a ver): não é santo, verdade! (existem santos entre os Judeus?), mas é humano, demasiadamente humano, mas um humano mto especial tanto q deve ser lembrado agora e em outras horas não por umas gravatas (!). Prefiro a pessoa grata, generosa, rara mesmo e consistente como ele é, foi e será. Acho assim.

Vou parar de escrever pq isso tá me fazendo mal, muita caganisse de idéias por mais q as ache certas. BJs. Volto outro dia! Bj Lord!

valter ferraz disse...

Lord, primeiro minhas desculpas. Fui editar meu texto para colocar a piadinha e o blogger deletou tudo. Deve ser castigo pela irreverência com que tratei o assunto.Fica para apróxima, tá?
Bom, quanto ao ocorrido com o rabino Sobel, sinto como se D.Paulo Evaristo Arns tivesse sido pego em flagrante delito furtando gravatas, ou lá o que fosse. Para mim se equivalem em dignidade e valor humano. Lamentável mesmo. Mas isso não pode alterar o conceito que temos da pessoa.
Há de superar, a comunidade judaica parece que já se colocou à disposição para apoiá-lo. Não podemos nos esquecer de todos os feitos no passado(e não foram poucos).
Quem poderá atirar a primeira pedra?
Aliás, no caso do costureiro famoso em ocorrido semelhante já não se fala mais.
Abraço grande

Lord Broken Pottery disse...

Sibila,
Tenho a mesma visão que você tem. Mesmo que tenha errado, o que duvido, o erro é mínimo em vista de tudo o que ele já fez.
Beijão

Valter,
Foi exatamente a comparação que fiz para um amigo. É para os católicos como se D. Paulo tivesse passado pelo mesmo calvário.
Grande abraço

Eduardo P.L. disse...

Lord, vamos torcer para que seja tudo um mal entendido. Seria uma pena o contrário.

Lord Broken Pottery disse...

Eduardo,
Se eu soubesse rezar estaria rezando.
Abração

Branco Leone disse...

Lord, pelo visto nossas opiniões coincidentes sõ mais uma mostra de um ponto de vista familiar. Melhor assim. Quem sai aos seus, não degenera.
Shalom.

Lord Broken Pottery disse...

Branco, meu brô,
Opinião em família é coisa importantíssima. Você acha que eu deixava você se casar com minha prima se não lhe tivesse estima?
Abração

Vivien disse...

Lord, não consegui fazer ou rir das piadas sobre o tema. Achei realmente chocante.

Lord Broken Pottery disse...

Vivien,
Eu também fiquei. Como disse o Branco Leone, no blog dele, falam das gravatas que ele "emprestou", mas esquecem da gravata que enforcou o Herzog, de todas as atitudes que ele tomou na época.
Beijão

Eliana disse...

qual seria o comentärio da tia Clarita ? já imaginou ? saudades ... iríamos rolar de rir.

Lord Broken Pottery disse...

Eliana,
Acho que ela ficaria triste, não sei se conseguiríamos rir, pelo menos na frente dela.
Beijão

Eliana disse...

verdade, lembrei. ela achava o Sobel a cara do Zarko Jr. (Nini). e era. tens razão, não seria para rir. mas se Sobel tem caras, Clarita só tinha uma, não mais.

Marcio Gaspar disse...

Sei não... respeito a opinião e a solidariedade de vocês em relação ao rabino, mas tenho a pulga atrás da orelha em relação a ele, e isso vem de antes desse episódio... tenho várias informações que depõem contra o Sobel, inclusive de dentro da colônia, mas não vou afirmar nada, pois só ouvi - não vi nada e nem conheço o ditocujo. Mas digo: coloquem as barbas de molho...

GUGA ALAYON disse...

marcio, as barbas ...e as gravatas. Sorry, lord, escapou.
abçs

Lord Broken Pottery disse...

Marcio,
De qualquer maneira, averdade que apareceu quando foi preciso, ajudou.
Grande abraço

Guga,
E o quipá.
Abraço

carolina disse...

Todo esse carnaval foi só porque ele é figura pública e a mídia vive de vender escândalos. Roubou uma gravatinha, e entre tantas baixarias que se faz por aí, o que é uma gravata? Nada contra ou a favor do rabino, mas não acho que furtar em lojas torne alguém um ser execrável. Primeira vez que vejo alguém falar a favor dele neste episódio, muito bem lembrado, Lord.