terça-feira, fevereiro 13, 2007

The Queen

Sou fã do cinema Inglês. Filmes como Billy Elliot, Vera Drake e Full Monty, só para citar alguns, fizeram minha cabeça. Gosto de ouvir o idioma de Shakespeare bem falado. O sotaque americano, como a maioria das coisas yankees, cada vez mais me irrita. A ambientação, o clima, a paisagem, os costumes, tudo que é britânico me cativa, faz com que sinta saudades, enorme vontade de estar na Inglaterra.
Acabo de assistir The Queen de Stephen Frears, que já havia feito o ótimo High Fidelity em 2000. O filme provocou-me mixed feelings. Oscilo. Boas obras muitas vezes me deixam assim: pensando.
Sempre gostei de Helen Mirren. Conheço-a desde o tempo em que fazia, na televisão, a detetive Jane Tennison, na série Prime Suspect. Maravilhosa intérprete. Se não levar o Oscar estaremos testemunhando mais uma grande injustiça. A própria Elizabeth II deve ter se visto muitas vezes na bela atuação, como no espelho. Também gostei de Michael Sheen fazendo o Tony Blair.
Somos colocados no centro de uma grande batalha. O mundo tradicional e antigo representado pela família real e o moderno por Lady Di. O recém empossado governo mediando a questão. O povo querendo homenagear sua princesa morta e a monarquia relutando em assumir o luto. A ficção nos traz uma rainha humanizada, em conflito interior, e um primeiro ministro aproveitando bem o momento. No fim os dois ficam bem na foto.
Lembro de chegar em Londres pouco depois do acidente. No aeroporto fizemos dois minutos de silêncio em homenagem à Princesa Diana. Muita emoção no ar. Vi o colorido do mar de flôres no palácio de Buckingham. Lágrimas semelhantes às derramadas aqui, quando perdemos Ayrton Senna. O povo escolhe seus deuses.

3 comentários:

franka disse...

não tenho nenhuma familiaridade com a inglaterra, mas - esquisito - temos familiaridade com tragédias. será que não é isso?

Lord Broken Pottery disse...

Talvez... Somos, porém, terceiro mundo.
Kisses

jayme disse...

Também tive mixed feelings em relação ao filme e também saí babando com a atuação de Helen Mirren. Agora: eu não lembrava que era ela a "detetiva" de Prime Suspects. Bom sou distraído o suficiente.