terça-feira, outubro 30, 2007

Where There’s A Will, There’s A Way

O poder é mesmo uma condição das mais atrativas. Quem o tem não deseja largá-lo, faz de tudo para mantê-lo. Acontece mundo a fora, em todos os países. Deve ser uma delícia ser presidente, um grande emprego, por sinal. Salário razoável, estabilidade renovada por mais um período, desde que a Constituição permita, e se não permitir sempre há a possibilidade de se alterá-la, mordomias, prestígio, um séqüito de empregados, e turismo, muito turismo. Não me venham dizer que é por patriotismo, altruísmo, ou qualquer outro "ismo", que o fulano decide se candidatar. Para acreditar nisso teria que ser mais jovem, ter um pouco mais de fé na condição humana, o que perdi, sabe-se lá quando, pelos caminhos que percorri.
Vejam o caso do Chávez. O desejo dele todos conhecemos, e onde há vontade, há um jeito. Caminha para, sem o menor acanhamento, perpetuar-se. Bom para ele.
Na vizinha Argentina, e não me venham dizer que implico com os hermanos, aconteceu mais ou menos a mesma coisa. Adotaram, porém, uma solução caseira. Saiu o marido, entrou a patroa: Madame Cristina Fernández Kirchner. As despesas continuarão sendo pagas pelas antigas vias, o salário idêntico, prestígio à família garantido, nem foi preciso mexer na Carta Máxima daquele país, talvez o casal tenha um pouco mais de pudor que o coronel venezuelano. E fato parecido, anos depois, está em vias de ocorrer nos States, onde a senhora Clinton poderá eleger-se matando as saudades do poder, e da Casa Branca. Quem sabe não arranja o equivalente masculino da Monica Lewinski e devolve o par de chifres ao velho Bill?
Dia desses, no segundo aniversário do Lula, ele tem dois e comemora ambos, coisa de gente feliz, já que um só, no meu caso, é de amargar, lançaram, ou deram-lhe, uma nova candidatura, a terceira, embrulhadinha pra presente. É claro que ele negou, disse que não seria bom para a nação, afirmou todas as vantagens da alternância política. Só que ele era contra a reeleição e está no segundo mandato. Ser presidente deve viciar. Fiquei com a pulga atrás da orelha. Como sei que todos adoram o currículo dele, não cansando de elogiar o histórico desse operário vindo de Pernambuco, e como respeito muito esse bonito percurso, morro de medo que seja conspurcado. Lanço então, com toda humildade, uma candidatura alternativa: a da Galega. Acho que poderíamos, com algumas vantagens, eleger dona Marisa Letícia Lula da Silva.

58 comentários:

O Meu Jeito de Ser disse...

Pois é, e o medo da gente é exatamente esse copiar exemplos.
Dizemos que temos que ser bons exemplos, pois somos espelhos para nossos filhos não? Somos para eles os grandes heróis.
E a preocupação está exatamente aí, nos heróis de nosso presidente.
A coisa pode se perpetuar.
Um beijo.

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,
Bom te ver inaugurando os comentários. Concordo com você quando fala de exemplos. O que será para nosso presidente um bom exemplo? Será que ele os segue?
Beijo

Mário disse...

Até acho viável. O "PROBREMA" é que a "MUIÉ" não sabe fazer discursos tão bons quanto os do Lula e, a coitada, não tem barba. O povo gosta do barbudo. Melhor seria mudarmos a CF e prorrogarmos os mandatos por 10 anos com direito a reeleição. E, claro, já que vamos mexer na dita cuja, emendamos mais um tequinho e, devido à mudança, permitimos que o Lula se recandidate, afinal, é Constituição Nova, vida nova.

valter ferraz disse...

Lord, cê tá brincano, não?
Como diria o meu personagem, o Boka: "O bagulho é doido, Seo Valter!"
Tem certas coisas (aprendí com minha mãe) que a gente não deve falar nem como brincadeira, vai que os anjos dizem amém?
Abraço grande

Lord Broken Pottery disse...

Mário,
Mas se serviu pros hermanos, poderia servir aqui também. Foi apenas uma idéia. Má?
Gande abraço

Valter,
O que é que você está querendo insinuar? Será que a Galega não é tão boa quando as Madames Kirchner e Clinton?
Grande abraço, mano

Anônimo disse...

Lord, Valter,

Permitam-me uma intromissão na conversa alheia.
O fato das Madames Kirchner e Clinton estarem lá - e "quase" lá - não significa, de forma alguma, que sejam boas, mas sim preferidas. E isso, infelizmente, não anda querendo dizer muita coisa hoje em dia. E isso, aliás, é um grande perigo, uma vez que embora não tenha participado ativamente da conquista da democracia, acho que tenho uma boa idéia de quanto - e quantos - nos custou para atingi-la. Tenho um medo real de que o voto insistentemente errado abra uma brecha para idéias retrogradas fardadas, se é que me entendem.

Com relação a Madame Lula, ainda ontem minha mãe comentava comigo se eu já tinha reparado que ela não abria a boca por nada neste mundo. Aparece sempre, mas não fala nada. Alguém já ouviu ela dizer alguma coisa? Deve ter uma boa razão pra ficar quieta. Provavelmente tem uma boa razão para continuar quieta e, pelo visto, é melhor que continue.

Caro Lord, estou com o Valter. Há certas coisas que não devemos dizer nem brincando. Vai que o diabo escuta. Vai que ele diz amém!

Um abraço angustiado,

Fabiano

Sandra disse...

Você anda bebendo, meu anjo??? Faz isso não!!! Vou te mandar a foto do niver do boçal para vc ver a cara da fulana!!

Beijos

Lord Broken Pottery disse...

Fabiano,
Ela nunca fala nada e pouco se fala dela, daria uma ótima política. Não sabia que a bichinha provocava tanto susto. Fazia tempo que não me divertia tanto.
Grande abraço

Sandra, querida,
E eu nem bebo. É que dizem que por pior que estejam as coisas, elas sempre podem piorar mais um pouco. Viajei nessa idéia.
Grande beijo

Sibila disse...

Querido Lord,
ñ vejo o poder como um mal ou um bem. Se bem q talvez melhor se não o tivéssemos. Mas está aí: seres humanos (con)vivem c/ seus poderes e seus ñ poderes. Africanos escravizados, tantas etnias diferentes, recodificaram elementos da dita estrutura dominante e aí puderam formar famílias, dançar suas danças. Mulheres pobres do séc XIX, SP, exerciam seus poderes desafiando autoridades para poderem trabalhar - e estabeleciam um jeito de se sociabilizar próprio. Resistir já implica por si propor algo diferente. Gente como a gente vive externando poder (e, ai, qtas vezes ñ poderes!).
Pra mim exercer bem o poder é fazer valer o sentido da "tolerância", palavra q vem antes de "democracia".
Tá bom, o Lula, PT e outros foram intolerantes com a possibilidade - o q ñ deixou de evitar - o duplo mandato de FHC. FFHH, aliás um dos maiores escândalos de corrupção no Br - q ñ foi mesmo por ñ ter sido divulgado.
Mas a re-eleição de Lula se deu plena/te dentro da Lei, ou não foi assim q esta foi determinada pelo gov anterior? Aqui agiram "corretamente" (mesmo q mudando de idéia). Em outros âmbitos quem é capaz de sustentar?
Sustentada eu por um artigo do publicitário Luiz Eça, "O Bolívar que não falava francês", devo dizer q enqto se alardeia Chavez como autoritário, por sua suposta perpetuação no poder (até aqui legitima/te constituído), se esquecem de mencionar q em consolidada/te democráticos sistemas políticos, nas palavras do mestre Eça: " figuras como Roosevelt, Thatcher e Blair governaram por diversos períodos, sem despertar indignações." Luiz Eça ainda salienta, muito equilibrado - tal como é - q mtas conquistas sociais foram realizadas na Venezuela e quase nada identificadas c/ os anseios das elites.
Não sei o q leva cada pessoa a querer alçar tal e qual poder, mas q é preciso interpretar da melhor maneira possível q espécie de poder é esse, isso lá a gente precisa mesmo - em todos os campos da vida,
Desculpe a invasão. Bjs.

Ricardo Rayol disse...

Pô, você só pode estar de gozação em indicar aquele poste para presidente. E meu amigo, se é bom para o pequeno fidel é péssimo para a venezuela. O atraso que aquele país vai ficar levará décadas para sanar.

Anônimo disse...

Lord Caco,
juízo, menino!
Nem brincando, nem dormindo você pode imaginar uma possibilidade dessas!
Fabiano tem razão. Ontem, comentando o silêncio da Galega, lembramos que até a Rosane Collor (de triste memória) falava. Bobagens e obviedades, mas falava.
Quero dizer à Sandra que também me impressionei com a foto, com bolo e tudo, nos jardins do Alvorada. Coisa pra sair correndo em disparada, sem nem, ao menos, olhar pra trás.
Quase duas da madrugada, melhor ir dormir. E pedir a Deus pra não ter nenhum pesadelo.
Beijo assustado, pra fazer par com o abraço angustiado, do meu filho.
A amiga,
Vivna

Lord Broken Pottery disse...

Sibila,
Não sei se você é defensora desse governo, pelo que você escreve acredito que não. O meu objetivo aqui foi só fazer pilhéria, já que andava meio baixerado ultimamente. Ninguém agüenta ler lamúrias o tempo todo. Já disse várias vezes, que embora tenha votado, e vote em FHC, icondicionalmente, sempre que precisar de meu voto, não tenho procuração para defendê-lo, não sou cego aos erros do seu governo. Para mim corrupção e ladroagem são a mesma coisa. Não existe meio ladrão, ou meio corrupto. Os petistas, e os defensores desse governo, estão muito parecidos com o Maluf. O primeiro roubava mas fazia, os de agora roubam mas divulgam. Nem roubar roubam direito. O meu texto, insisto de humor, devo ter falhado em alguma coisa, não diz que o Lula fez alguma coisa de errado. O FHC, sim, errou feio ao manipular a Constituição para reeleger-se. O Lula buscou novo mandato dentro da lei, embora sempre tenha dito que era contra. O Serra, em quem outra vez voto incondicionalmente, também diz que é contra um segundo mandato, mas tenho certeza que caso se eleja buscará um segundo mandato. Quanto ao Chávez nem vou falar nada. Está, sim, dentro da lei, que manipula e muda segundo sua conveniência. É um sujeito autoritário, que não admite oposição. É um ditador e não gosto de ditadores, principalmente os militares. E voltando à Galega, tema central da postagem, fiz apenas uma brincadeira com ela. E já que gostam tanto de lembrar de FHC, não daria certo se fizesse a mesma brincadeira com dona Ruth. Dá pra comparar? E, por último, o Blair nunca fez nada contra lei para manter-se no poder. Se dependesse de mim ficava mais tempo. E antes que me esqueça, acho o Parlamentarismo a forma ideal de governo.
Beijo

Ricardo,
Deu pra perceber? Bom que pelo menos alguém, por aqui, tenha notado a brincadeira. Acho que não consegui o efeito que queria, fazer as pessoas rirem da óbvia impossibilidade. Todo mundo acreditou ser possível. Quem diria...

Vivina, querida,
Foi só brincadeirinha. Não era para tirar o sono de ninguém. A Galega é como toda nordestina casada com marido autoritário. Aprendeu que mulher só pode dizer três frases: 1- Pra dentro, menino; 2- Xô, galinha! e 3- Sim, senhor. Conheço um pouco esses nordestinos de antigamente.
Grande beijo
Grande abraço

valter ferraz disse...

Lord, permitame um alozinho à Sibila? Querida, não dá para comparar a ânsia pelo poder (qualquer que seja ele) pelos atuais ocupantes dos recintos do Alvorada. Foi por uma irresponsabilidade sem tamanho que alçaram-nos (a eles, claro) àquelas dependências e eles não quererão jamais deixá-las. Já nos primeiros dias de escândalos(início desse (des)governo) ficou muito claro que eles visavam a perpetuação. Tudo foi feito nesse sentido e ainda não desistiram da idéia. Cabe-nos (ao menos àqueles a quem resta ainda algum juízo) lutar contra tais intentos. Beijo, menina//

Lord, entendí desde o início o tom de brincadeira que vc tentou pintar aqui, mas não gosto de sentir a possibilidade aventada nem de brincadeira.
Roniwalter Jatobá de Almeida um nordestino, escreveu um livrinho chamado:" Sim Senhor, inhô sim, pois não". Ilustra muito bem o temperamento arcaico e medieval do povinho.
Abraço forte

Lord Broken Pottery disse...

Valter,
Eu sei, eu sei, fique tranqüilo.
Grande abraço

Claudia Lyra disse...

Lord, meu rei, nesse texto você ficou parecendo João Ubaldo Ribeiro. Amei!

ery roberto disse...

Lord, tenho lido muitos textos humorísticos sobre o tema "terceiro mandado", "perpetuação no poder", etc. Mas este ficou ótimo. Parabéns. Hoje eu inventei um personagem no meu texto: São Lula III. Como se fosse um papa, entende?! Só sai quando morre. Há um lado bom na concepção deste meu personagem, pois nestes terrenos "vaticanos" mulher não entra. [queria colocar aqui um emoticon daqueles que "gargalham"]

Milton Ribeiro disse...

É uma idéia, Lord. Afinal, alguns dizem que o futuro será mulher: se a candidata será a Martha, por que não a Marisa?

Ela tem a apreciavel vantagem de ser silenciosa.

Mas, falando sério, acho que o Lula vai de Dilma mas antes tentará, sim, a re-reeleição.

Abraço.

P.S.- Hoje à noite, a segunda parte, OK?

Lord Broken Pottery disse...

Claudia,
Quem amou a comparação fui eu, me envaidece. Obrigado!
Beijão

Ery,
São Lula III é ótimo. Estou indo ler.Não sabia, desculpe-me a ignorância, que se chamava emoticon.
Grande abraço

Milton,
Esse negócio de diverticulite é uma coisa muito séria. A Dilma teve um peripaque desses na semana passada. Me faz lembrar o Tancredo. Não vou perder a continuação.
Abraço

Sibila disse...

Antes de mais nada beijos ao Valter e tb a Aninha, pessoas queridas: sei que ando sumida. Valter eu tenho a capaci// de discordar mto de vc nas questões políticas, mas tb de apreciar o q escreve, sua sensibilidade. O q dizer da Aninha?
Lord, talvez eu é q estivesse mal humorada ontem. Mesmo assim tinha sacado e curtido muito com a troça ao Bill e a sua esposa. desfecho ótimo!
Em tempo, só quis relativizar o, sei lá, "conceito" de poder e uma maneira de perceber ambas as políticas - a institucional e a cotidiana. Fico pensando na distância entre elas...
Sou pelo parlamentarismo.
Não sou nada PSDBista e nem Ptista, embora no passado tenha acreditado bastante em tal partido. Votei no Lula pq o achei o melhor.
Beijos e, apesar de tudo, alto astral, altas transas, lindas canções...nossos sonhos são muito bons!

Sibila disse...

Reparo: digo, votei no Lula pq o achei o menos pior entre os péssimos ou as péssimas possibilidades, e pq boa ou média, não vi nenhuma.
Assim andamos... Escolhe outra música legal pra ouvir!
Bjs.

Lord Broken Pottery disse...

Sibila, querida,
Esqueci de comentar o principal que você escreveu, a relativação do poder. Também o acho relativo mas é incrívei o quento lutam por ele. Saiba, já disse várias vezes, que adoro suas visitas e contribuições. Não votei no Lula em nenhuma das duas eleições. Tenho que admitir que não gosto dele. Votei, acreditando muito, nos candidatos do PSDB. Música? Tenho ouvido muito. Sugiro Crowded House, uma banda australiana excelente que não existe mais.
Grande beijo

Alice disse...

Lord querido,
Você tem ''um humor nordestino'' que eu adooorooo!!
Bom feriado!
Ps:Lula,never!! rs
Beijão!

peri s.c. disse...

Lord,
O ser humano adora o bem-bom, facílimo se acostumar com ele e qualquer argumento/ação vale para preservá-lo . O atual presidente e seu partido são um dos mais magníficos exemplos que temos à respeito. Praticam hoje rigorosamente tudo aquilo que abominavam . E uma curiosidade que poucos anotam, o líder maior do Partido dos Trabalhadores e dos trabalhadores não trabalha, na acepção do termo,
já fazem uns 35 anos, descontemos seus dois atuais mandatos. Aliás pouco trabalhou com a tão sonhada " carteira assinada", 3 anos talvez.
Curioso, não ? Humano, muito humano?

Lord Broken Pottery disse...

Alice,
Obrigado, querida.
Beijo grande

Peri,
A minha única dúvida é se abominavam de fato.Você tem toda razão quanto à humanidade da ação. Nada mais humano.
Grande abraço

Anônimo disse...

lord genial!
galega prá 2010!
e wanderley nunes como vice!
anna

Eduardo P.L. disse...

Lord,

andas sumido!
Segundo: ontem toquei nesse assunto no Drops, e já reagiram contra. Ela, não!!!!
Terceiro: era amigo do Roberto de Abreu Sodré, que ao sair do governo do Estado de São Paulo me confidenciou:
" Fiquei quatro anos sem por a mão numa maçaneta! A gente demora para se acostumar, a abrir a porta, de novo!"

É bem por aí...Parabéns por abordar tão bem um tema político, que diz não gostar!

Abçs

Maria Helena disse...

Lord,
Ainda bem que existem opiniões divergentes.
Se ele for candidato(o que eu acho pouco provável) e eleito para um 3º mandato,não é só carisma que tem é competência com certeza.
Lula lá!!!!
Bjs

Cristiane disse...

Caro Lord,

Saudades de vir aqui, ando tão sem tempo...

Estava lendo alguns posts anteriores e me identifiquei em "In a Bad Temper"...porque será?
Rs...

Quanto ao Lula, fico com uma expressão que li acima:

"Lula never"...rs

Tudo de bom pra você, dias de paz...Beijo carinhoso e um bom fim de semana, Cris

Lord Broken Pottery disse...

Anna,
Está lançada a campanha. Até lá quem sabe ganho na loteria e mudo de país.
Beijo

Eduardo,
Ando realmente sunido e em falta com o amigo. O tempo anda pequeno. Quem foi que disse que não gosto de política? Evito tocar muito nesse assunto por aqui por saber que as opiniões são muito diversas. Não é um espaço ideal pra polêmica.
Grande abraço

Maria Helena,
Também não acredito que haja um terceiro mandato. Seria, antes de qualquer coisa, muito ruim para a imagem do Lula, e casuísmo.
Grande beijo

Cris,
Essa coisa de mau humor e depressão tem atingido muita gente. Foi por isso que tentei brincar um pouquinho.
Tudo de bom pra você também e ótimo fim de semana.
Grande beijo

denise disse...

Ah, ah, a brincadeira deixou a galera assustada, he he. Mas, vai saber? Onde há fumaça, há fogo... Já li em outros blogues sobre o mesmo assunto. E o povão vota nela, quer ver?
Bom te ver bem-humorado!
abraço, garoto

Anne Louise disse...

Oi,amigo
Cheguei da rua,suada,cansada..tomei um banho...peguei um suco e liguei o PC...para te ler...assim..refrescada!!Quando comecei a ler assustei-me e suei novamente:"endoidou"!pensei! Depois percebi que nem sempre vc fala sério e quando brinca faz a gente acreditarque é verdade!
Dona Marisa precisa encomendar alguns terninhos,se isso acontecer,não acha?rs
beijos ( e não some não)

perdidinha... disse...

marisa letìcia no poder???
socorro... pelamordedeus!!!!
pior que nem o aeroporo oferece boa saída...
beijocassssssssssssssssssssss!

marilia disse...

Olá Ricardo....
Tudo bom, my lord?
Passei para agradecer a visita e deixar um abraço...
bom fim de domingo!

MUMIA disse...

Só resta mesmo a pilhéria. Diria até que "A pilhéria é a arma do povo!!!"
:-)

Silvares disse...

Ooops, o comentário anterior é meu. Estava a usar outra conta de blogue, outra "persona"...

lulu disse...

meu querido lord da louça quebrada, há duas cartras nomeu blog,uma escrita por mim, para uma amiga em comum, outra que recebi. acho que vc ia gostar de ler, as duas.
voltando, voltosa.

saudade,
umbeijo,
lu.

Anunciação disse...

Acho que ela não aceitaria.Não por ser burra,nem por não saber falar,nem por ter marido autoritário.Apesar da opinião de muitos ela é inteligente,discreta.E,sendo bonita,feia ou seja lá que denominação se dê a qualidades externas que,pra mim não têm importância,essas qualidades ou falta delas,não influem em capacidade ou não de governar.É,amigo,desculpe,mas você tem uma leitora e amiga,que,além de nordestina,feia,é eleitora não arrependida de Lula.O que não significa que votaria de novo;como ele,acredito na alternância de poder.Desculpe,tá?Me chateei e não deveria.Um abraço.

Fernando disse...

Perfeito, Lord!
se o precedente já foi aberto, com aquele resultado funesto que todo os cariocas conhecem, o Brasil também, caso Garotinha, nada mais adequado do que pensarmos na Marisa "Inútil" Lula da Silva.
E na outra, a seguir, eLLe de volta e assim, sucessivamente.
abraços
fernando cals

Lord Broken Pottery disse...

Denise,
Se o povão vota nela? O povão vota em quem os marqueteiros mandarem. Sempre.
Grande beijo

Anne,
Ela de terninho vai ficar parecida com outra candidata, né?
Beijo

Perdidinha,
Não se assuste, é apenas brincadeirinha. Pronto, já passou.
Beijo

Marilia,
Visitar você é sempre uma alegria.
Grande beijo

Silvares,
Só nos resta rir, não é mesmo?
Grande abraço

Lulu,
Estou indo te visitar. Já estava, aliás, com saudade.
Beijo

Anunciação,
Minha intenção foi brincar, fazer pilhéria. Não sou preconceituoso, principalmente com relação aos nordestinos, de quem descendo diretamente, com muito orgulho. Não vou dizer que gosto do Lula pois seria mentira, mas respeito todos os que nele votaram.
Não conheço você pessoalmente mas a considero bonita. Desculpe-me se, por caminhos tortos, acabei te chateando, não foi esse o meu desejo.
Grande beijo

Fernando,
Elle, entendi o elle correto? Deus nos acuda!
Abração

Mário disse...

Lord, você sabe que sou seu fã. Vai daí que, embora creia que você nem goste de memes, não resisti e te ofereci um ao qual o seu blogue faz jus. Te vejo lá no APOIO. Abraços.

jayme disse...

Milord, ói que daqui a pouco alguém lá em Brasília ouve a proposta e gosta, já pensou?

claudio boczon disse...

Ultimamente tô cagando e andando pra política, mas este teu post sobre primeiras-damas me fez lembrar da Maria Teresa Goulart.

Aí sim daria pra encarar novamente a zona (eleitoral).

Lord Broken Pottery disse...

Mário,
Não é que não goste de memes, é que o tempo que tenho para escrever é pouco, prefiro gastar com temas diferentes. De qualquer forma, um presente dado por você, de quem também sou fã, tem um significado muito legal, me lisonjeia.
Grande abraço

Jayme,
Prefiro não pensar nisso.
Abraço

Claudio,
Você está sendo injusto. A Maria Tereza Goulart era uma mulher deslumbrante.
Grande abraço

claudio boczon disse...

pois é justamente por isso que nela eu votaria, Lord, quer dizer, há trinta e poucos anos.

ela sim é que era primeira-dama, no naipe da Jackie, no perfeito perfil desenvolvimentista, bossa-nova, o padrão Marta Rocha sendo aprimorado, e não as barangas que vieram depois aqui nesta nossa Pindorama.

mas, voltando à atualidade dos dias contemporâneos de hoje, acho que o título vai é continuar na gaveta.

Mani disse...

Lord,

Tanta gente no mundo, e voce quer imitar logo os hermanos???

Saramar disse...

Lorde, pelo menos com a Dona Marisa, ficaríamos livres de ouvir tanta bobagem: ela não fala.

Para mim, o poder é uma droga viciante e muito perigosa. Basta ver como as pessoas mudam do vinho para a água (geralmente suja) quando nele investidas.

beijos

Milton Ribeiro disse...

Lord?

valter ferraz disse...

Caco, está tudo bem por aqui?
É mesmo só falta de tempo?
Desculpe, não estou cobrando, é apenas preocupação mesmo.
Abraço forte

Adelino disse...

Lord, é incrível como as coisas acontecem debaixo dos narizes dos nossos governantes, e que só tomam ciência do perigo quando a coisa já se encontra em estado avançado de deterioação.
Grande abraço, Peri, e desculpe-me pela ausência, mas o meu PC andava meio preguiçoso.

Lord Broken Pottery disse...

Claudio,
Você disse bem, e tudo: um exército de barangas.
Abraço

Mani,
Fui mal, né?
Beijão

Saramar,
É o que me preocupa. Se for igual à Emília, do Monteiro Lobato, depois que abrir a torneirinha não para mais.
Beijão

Milton,
Hein!
Abração

Valter,
Fique tranqüilo. É o que dá a gente trabalhar bem. Vão arranjando serviço, cada vez mais serviço, tomando todo nosso tempo. Sobra muito pouco pra se fazer o que se gosta. Embora eu reclame mas goste muito de trabalhar.
Grande abraço


Adelino, caro amigo,
Tenho exatamente essa percepção.
Abraço

adelaide amorim disse...

Será, Lord? A hipótese de dona Marisa no Alvorada, tendo como conselheiro adivinha quem e em seu séquito mensaleiros, mensalinhos e corruptões, sempre com aquele sorriso angelical, é engraçada. Mas e se ela começa a fazer discursos e toma gosto pela coisa? E se aquele casamento tão harmonioso se estragar por causa da inversão dos papéis - Lula tirando fiapos do pretinho dela, secando o suor de sua nobre fronte com um lencinho bordado e, não agüentando mais a pressão, dando o fora à sorrelfa pra tomar umas e outras e dando vexame?
Sei não, melhor não começar a campanha... :) Beijos.

Lord Broken Pottery disse...

Adelaide,
Mas que foi diverido imagjnar, lá isso foi.
Beijo

Aninha Pontes disse...

oi lord:
vin conhecer o seu blog.

aqui é o erick, estou no perfil da vóvó Ana.
bejos

Lord Broken Pottery disse...

Erick,
Eu já te conhecia. Você é muito famoso. Tanto a sua vovó Ana, quanto o vovô Valter, vivem falando que você é o menino mais legal do mundo. Eu eu acredito muito neles. Deve ser maravilhoso morar com um neto que é o menino mais bonito, mais querido, mais tudo de bom que existe. Eles estão muito felizes com o fato de você estar morando em Monguaguá (acho engraçado falar esse nome). E aí, você já está melhor? Como está indo na escola, com os novos amigos, tanta novidade, não é mesmo? Tem tomado muito banho de mar? Quando eu tinha a sua idade gostava muito de pegar conchinhas na praia, fazia coleção das mais bonitas.
Fiquei muito contente com a sua visita, viu? Foi muito bom conhecer você.
Um beijo e um abraço

Jose Carlos disse...

Lei ora Lei, segundo meu pai era o que Getúlio Vargas dizia.
Para os entendidos, depende de quem precisa e do poder que tem, se a LEi não permite, muda-se a lei.
Assim é a política, há muitos sérios, mas a maioria é aproveitadora da situação, da mordomia, e o pior enganam o povo que elegeu, e lembram-se dele às vésperas das eleições, dão um certo conforto antes e depois pode até tirar usando muitos argumentos. O que precisava era ter mais cultura, educação, patriotismo e nacionalismo. Direita ou esquerda, depende de quem está no poder e todos centralizam para o mesmo lado, para ter continuismo e oferece menos resistência. (Zé do MEMO).

Lord Broken Pottery disse...

Zé,
Se é como você diz, e não tenho assim tanta certeza, deveria ser diferente.
Grande abraço

Norival disse...

Salve Lord Broken Potery:

Cheguei até ao seu blog por culpa do Ery e achei este seu post nota 10. Por culpa de vocês dois e do Jayme Serva, mais a ajuda dos visitantes dos blogs de vocês três, postei hoje no meu blog < opaquio.blogspot.com > a minha crônica natalina, onde indico a fonte do remédio para curar a dezembrite de todos os lamurientos visitantes dos seus blogs, bem como de vocês que escreveram as correspondentes crônicas lamuriosas e maravilhosas.

Minha crônica É NATAL! É NATAL! SINOS DE NATAL! reúne alguns escritos dos posts e de comentários deles, numa profusão de idéias que somente você e seus leitores poderão avaliar.

Assim, convido você e seus leitores a fazerem uma visitinha no meu blog.

Aproveito para dizer-lhe que, dando uma rápida navegada pelo seu blog, fiquei fã e por causa disso incluí-o entre os meus favoritos.

Tendo tido muito prazer em conhecê-lo, mesmo que virtualmente, aceite um forte abraço deste papagoiaba chamado Norival.

I bibida prus músicus!

Lord Broken Pottery disse...

Norival,
Fico muito feliz em te ver por aqui. Você vem bem recomendado. O Ery é dos bons amigos que fiz na blogosfera. Pessoa por quem nutro grande carinho. Além de linkar o seu blog, irei também visitar com a mesma atenção e respeito os seus escritos.
Grande abraço, amigo