segunda-feira, setembro 17, 2007

Sabiá Malandro

Sabiá
Laranjeira,
Furta fruta
Da fruteira.

Meu caqui,
Bem-te-vi!

Sabiá
Carambola,
Prova parvo
Da gaiola.

E que mico,
Tico-tico!

Sabiá
Seringueiro,
Clama calma
No poleiro.

Eu espero,
Quero-quero!

Sabiá
Samambaia,
Rapta prata
Na tocaia.

Vê que mau,
Pica-pau!

Sabiá
Passarinho,
Torce treco
No biquinho.

Que horror,
Beija-flor!

47 comentários:

valter ferraz disse...

Lord Caco,
ecológico não?
Falar nisso, o Adelino também postou sobre um sabiá. Não é por nada, acho melhor voce levar o estilingue.
Abraço forte

ps: gostei do "trava-lingua"

Lord Broken Pottery disse...

Caro Valter,
Vou visiar o Adelino sem estilingue. Vai que o sabiá é amigo dele, respeito os amigos dos meus amigos.
Grande abraço

Meg (Sub Rosa) disse...

ah! Lord,
o sabiá vai cantar de contentamento.
que lindo.
Sim, como o Valter sugeriu ou coisa parecida;-
Uma peça preciosa com tantos "jawbreakers"

beijos
dessa sua amiga desenxabida, milord.
.o(

Van disse...

=))))))))))))))))))))))))))))))))))

claudio boczon disse...

coisa de quem sabe que o sabiá sabia assobiar.

Sandra disse...

Se o sabiá de seu travesseiro é esse, eu quero um também!!! Muito lindo, meu amigo!

Beijos

marilia disse...

LORD...
ESSE SABIÁ FICAVA PERTO DA PAINEIRA, A GRANDE ARVORE JAMAIS VISTA IGUAL?....
Acho qu terei de perguntar para o rafael e o rodrigo....
vc não cortou as pontas das asas desse não né????
ps: eu adorei "No tempo da Paineira", embora lá fosse periquito, seu poeminha , e o post anterior me fez lembrar dos pobres passarinhos e como vc fala sempre deles...rs
um bjão!

peri s.c. disse...

Lord
e os mefagafos e seus mafagafinhos?

Mani disse...

Isso me fez lembrar o Tom Jobim!

Lord Broken Pottery disse...

Meg,
Desenxabida! Esse poeminha me deu um trabalho dos infernos. Cheguei a perder o sono por cauda dele. Fazer poesia é muito difícil!
Beijo

Van,
???????????????????
Beijo

Claudio,
Sabia, claro que sabia.
Grande abraço

Sandra,
Às vezes eles são o mesmo sabiá. Nem sempre, porém.
Beijão

Marília,
O mais interessante é que eu custei a perceber que você falava de um livro que eu escrevi. Incrível como perdemos o contacto com o que escrevemos.
Grande beijo

Peri,
Bem lembrado.
Abraço

Mani,
Sempre bom lembrar dele, não é mesmo?
Beijo

anna disse...

lord, como todo poema leio cantando, é pura"cantiga de roda".

Lord Broken Pottery disse...

Anna,
É ótimo exercício intuirmos a música que está nos versos.
Grande beijo

Anônimo disse...

Lord,
Pousei aqui pra te dar uma sugestão - mais do que música, esses seus versos têm imagem. Já pensou num livrinho ilustrado? avoei, tchau! Lady Madonna

Anônimo disse...

Meu querido Lord: é um livro!!!
Beijo,
Vivina.

Lord Broken Pottery disse...

Querida prima Lady,
Estava com saudades. Não tinha pensado, mas pelo trabalho que me deu até que seria boa idéia.Vou pensar.
Grande beijo

Vivina, querida,
Como disse para minha prima, aí em cima, não tinha pensado nisso. Depois qyue tentei imaginar, até que consegui ver o livrinho. Quem será que publicaria?
Beijo

O Meu Jeito de Ser disse...

Maravilha, pelo menos dessa vez ao invés de te atormentar ele te inspirou.
Já está valendo.
Um beijo

Anônimo disse...

Lord Caco,

você não precisa imaginar. É um livro,e ponto final.
Editoras? Ando meio afastada. Estava até pra te enviar um e-mail, confirmando o nome da menina lá da Globo, com quem você tem contato. Você me falou, por telefone, mas me esqueci.
Bom, voltando ao seu livro: se a Formato não tivesse praticamente se desfeito, após a venda à Saraiva, não haveria dúvidas. Mas está fora de cogitação.
Scipione? Ninguém é mais lenta que a Maria Viana (será por ser mineira, como esta que te escreve?), mas ela tem feito lindos livros(refiro-me, essencialmente, à imagem), e esse seu texto merece e precisa de um tratamento pra lá de especial. Um tratamento tão simples, que seja sofisticado, sabe como?
Você conhece uma ilustradora chamada Marilda Castanha? Pesquise, se não conhecer. O traço dela voa muito mais que o mais voador de nossos textos, e como você voou, neste que ora nos enternece!
Editora Moderna? Pergunte ao Rogério, não tenho visto a produção deles. Cia das Letrinhas? Global? Cosac?
Penso que você deve procurar quem tem editado livros bonitos, graficamente. Como disse sua prima -conheço? -, "seus versos têm imagens". Que sejam deslumbrantes,à altura do texto.

Beijo carinhoso,

Vivina.

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,
Me inspirou e me roubou mais uma noite de sono. Mas valeu!
Beijo

Vivina,
A editora da Globo chama-se Sandra Espilotro. A minha prima, acho que você conhece, é a Marisinha, que mora em Portugal, filha do meu tio Raymundo e da tia Thereza. Não mando para a Globo pois acabo de assinar um contrato com eles. Vou esperar o Rogério voltar de férias e verei o que ele me sugere. Concordo com você com relação à Maria Viana. Um amor de pessoa, mas calma demais. Mandei um livro pra ela e nada de resposta até hoje. Não tenho contato na Cia das Letrinhas, nem na Global. Vou me informar sobre a Marilda Castanha.
Grande beijo e obrigado

Eduardo P.L. disse...

Lord, agora depois desse poema, você se redime dos ataques ao sabiá do travesseiro.

Abraços

jayme disse...

Milord, pelo visto, aquela conversa com o saudoso RR, o pai, sobre poesia surtiu um efeito permanente. Uma delícia de lapidação formal, com aqueles jogos de palavra nos terceiros versos das quadras. Delícia.

Anunciação disse...

Redimindo-se Milord?Muito bem concebido e executado!Os sabiás todos agradecem(eu acho,hehe).

Van disse...

Aquilo foi um big sorriso.
Foi a minha reação ao seu poema.
Beijuca, Lord.
Mais sorrisos procê.
Bonna Notte.
=)

james disse...

Lindo.

Um abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Eduardo,
Acho que sim. De qualquer forma ele se vinga. Hoje começou cedo.
Grande abraço

Jayme,
A sua opinião é muito importante para mim. Sei que existe um nome na língua portuguesa para essas palavras que formamos usando as mesmas letras (fruta e furta, por exemplo). Estudei na escola mas não consigo me lembrar. Usá-las nos terceiros versos foi muito trabalhoso mas deu um efeito legal.
Grande abraço

Anunciação,
Que agradeçam sem fazer muito barulho (risos).
Grande beijo

Van,
Outro big sorriso pra você.
Buon giorno

James,
Origado e grande abraço

Fernando disse...

Oi, Lord,
deixei uma pista para você encontrar, e baixar, os discos do Mrcus Pereira.
Repito:
http://sombarato.blogspot.com
Vai lá, milord!
abraçõs
fernando cals

Lord Broken Pottery disse...

Fernando,
Maravilha! Estou indo lá.
Abração

Claudio Costa disse...

Quando criança, escutava uma musiquinha cuja letra era assim: "Sabiá lá na gaiola/ fez um buraquinho/ voou, voou, voou, voou... E a menina que gostava tanto do bichinho/ chorou, chorou, chorou, chorou/
Sabiá fugiu pro terreiro/ foi parar lá no abacateiro/ e a menina pôs-se a chorar/ 'vem cá, sabiá, vem cá!"

Vivien Morgato : disse...

"...o Homem vem ai...."
beijos.

Adriana disse...

LORD, ETA SABIÁ DANADO...ESTA REALMENTE ATE ATORMENTANDO...TENS DUAS OPÇOES:MATA O SABIA OU ACOSTUMA COM SEU CANTO.
BEIJINHOS CARINHOSOS CHEIOS E ENERGIA POSITIVA DO OUTRO LADO DO OCEANO

james disse...

Favor agradecer ao Fernando por mim também.

Já estou escutando um dos cds do Marcus Pereira!

´Muito bom.

Outro abraço.

Anônimo disse...

Caco, meu amigo,
ontem, no calor do texto/imagem/futuro livro, me esqueci de comentar - e agradecer - sua importante informação familiar.
Então, Lady Madonna é Marisinha, filha de Raymundo e Thereza?
Pô, que coincidência!
Em 78, minha família, então quatro pessoas (Fabiano só nasceria em 80), passou o Natal em sua casa.
Talvez você não se lembre, por motivos óbvios, mas foi uma noite inesquecível, cheia de ternura.
Lá pelas tantas, "amigo oculto", que os paulistanos dizem "secreto".
Seu pai e sua mãe haviam organizado tudo com cuidado, e as surpresas eram absolutamente verdadeiras, ninguém desconfiava quem sorteara quem.
Eu havia sido sorteada pelo Raymundo, que me presenteou com meia dúzia de lindas mini-chícaras (tem hífen?)de porcelana, cada uma com uma "ilustração". Uma mostrava um beija-flor, outra um amor-perfeito, outra - quem sabe? - um sabiá...
Elas estão guardadas na cristaleira que herdei de minha mãe, na fazenda mineira em que fui criada. Lembrança maravilhosa. Aliás, lembranças, são duas. A do objeto, protegida na cristaleira, e a do Natal, eternizada no coração.
Pô, que saudade!
Beijo, menino.
Vivina

Sibila disse...

Lord,
absolutamente singelo e maroto. Gostosura!
Beijo!

GUGA ALAYON disse...

"-Eu não sabiá de nada."
disse o o gatinho com penas na boca

Alena disse...

Delicioso!

marilia disse...

Lord, amigo...
bom fim de semana, e que o ceu fique azul pra vc!
bjão

Lord Broken Pottery disse...

Claudio,
Essa música é deliciosa, ainda outro dia, não me lembro onde, topei com ela.
Grande abraço

Vivien,
"Num intindi!" Que homem?
Beijo

Adriana,
Vou ter que me acostumar com o canto, não sou de matar as coisas.
Grande beijo do lado de cá

James,
O Fernando sabe das coisas.
Grande abraço

Vivina,
Sabe o que acho mais legal? Esses fragmentos de memória que saltam, vez em quando, de nossos contatos. Fico sempre emocionado com eles.
Grande beijo

Sibila,
Adoro a palavra maroto.
Grande beijo

Guga,
Não conhecia. Ótima!
Abraço

Alena,
Tava com saudade.
Beijo

Marilia,
Ih! O tempo nublou. O céu hoje não tem nada de azul. Como é que você está?
Beijo

valter ferraz disse...

Lord, sabe o que acho legal nesses nossos comentários? É que eles nos transportam para outros cenários, damos uma viajada no tempo. Vendo a Vivina falar das recordações que lhe trouxeram, despertaram as minhas.
Na sala da casa de meus pais havia uma cristaleira, daquelas antigas, trabalhadas à mão. Cheia de bibelots, pequenos presentes, lembranças de viagens que amigos lhes traziam. Crescí num ambiente assim, cheio de lembranças e carinhos. Tento manter a tradição e minha sala hoje é atulhada de "recuerdos", bobagens em geral que só teem importância para mim, eu acho.
Abraço forte

Ricardo Rayol disse...

Ora, um vôo alucindao esse dos pássaros.

Vivien Morgato : disse...

ah, perdi a piada.;0)
Aquela música do Chico, Pasaredo.
beijos.

ery roberto disse...

Lord, parece-me um "grande tratado de paz" entre você e seu "travesseiro". Fabuloso, musical, colorido, cheio de imagens (como disse alguém aqui). Sei o quanto é difícil fazer poesia e aí está seu mérito: consegue uma pintura como esta. Parabéns.

Lord Broken Pottery disse...

Valter,
É bem por aí. Em casa também tenho lembranças. Vieram da casa de meus pais, dos da Cordélia, além das novas, é claro. Todas têm significados especiais para nós. Quinquilharias? Talvez...

Ricardo,
Alucinado foi o trabalho que deu.
Abração

Vivien,
Tava distraído.Desculpe-me.
Beijão

Ery,
Visto por esse ângulo deve ser. Até fiquei achando o sabiá mais simpático. Fico muito feliz que você tenha gostado. Conheço seu gosto e entendimento por poesia. Sinto-me lisonjeado.
Grande abraço, amigo

Magaly disse...

Especialíssimo. Encantada.
A forma, o movimento, a sonoridade, as alitrerações soberbamente encaixadas, a sucessão de imagens evocadas.
Estou comovida, Lord.

GUGA ALAYON disse...

inventei na hora , Lord. ahaha
abç

Lord Broken Pottery disse...

Guga,
Você é um gênio!
Abração

Saramar disse...

Ora, ora, ora...
Então o Lorde é poeta? E dos bons?

Esse sabiá na madrugada fez bem, viu?

beijos

Maria Helena disse...

Lord
Jamais saberia fazer isso.
E voce s� perdeu uma noite de sono?
Talento � coisa s�ria "messss".
Bjs

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
Perdi um pouco mais. Deu muito trabalho.
Beijo