quarta-feira, setembro 12, 2007

Bloody Bird!

Existe um sabiá morando entre as penas do meu travesseiro. Não sei quando ele se mudou. Talvez tenha escolhido a nova morada por ser mais quente, abrigada, quem poderia saber? Sei que está lá, tenho certeza. Todo dia, de manhã bem cedinho, começa a cantar. Faz um som lindo e inconveniente. Alto, muito forte. O barulho entra direto em meus ouvidos, ali vizinhos, sem pedir licença. Invade meu sono, acorda minha conseqüente falta de romantismo. Lembra, de forma insistente, que amanhã, quando estiver em minha cama, toda vez que voltar para aquele lugar de descanço, e alvorecer, haverei de ouvir cantar aquele sabiá. Nenhum gorjeia como ele cá, dentro do meu travesseiro. Agruras dessa terra que tem palmeiras, sabe-se lá onde, já que inexistem em minha rua. E é tanto o estardalhaço que essa ave estranha e maldita faz, tantos os chamados e respostas que recebe, parece conhecer os passarinhos de toda a vizinhança, que permaneço inquieto, lutando para recuperar o dormir perdido. E fico brigando, eu e ele, esse cantor histérico, até que outro barulho irritante arbitre o fim daquela noite. Desligo o despertador, jogo as cobertas para o lado, desisto. Como podem ver encanto nessa droga de canto?

59 comentários:

O Meu Jeito de Ser disse...

Bom, um cantar entre as penas do travesseiro, creio não pode haver encanto mesmo.
Agora aqui fizemos um acordo, eu e as curruíras, elas cantam e me encantam por volta de 5,30 a 6,00hs da manhã.
Elas vêm prá me despertar, e confesso que desperto feliz com tão lindo canto.
Um beijo.

PS: Tente um acordo com ele.

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,
Com ele não tem acordo. Começa por volta de quatro, e me deixa literalmente de quatro.
Beijão

carolina disse...

hahahaha eu adoro o canto dos passarinhos de manhã, talvez pq tenha o sono pesado. Lembrei dessa musiquinha, olha: http://www.lyricstime.com/h-lio-ziskind-carta-da-clarinha-lyrics.html
você é quase o Lord do Riachão...
e aqui tá a resposta do galinho: http://www.lyricstime.com/h-lio-ziskind-o-galileu-cantou-lyrics.html
pena q vc não foi ontem. pena!

Meg (Sub Rosa) disse...

Lord,
Um belo exemplo do que se chama hoje de *FORMAS BREVES*.
Muito rico e fluxo rápido.
Aliás, eu concordo com essa denominação, faute de mieux.
Um beijo
Meg

P;S Desculpe eu só ter falado na forma: é que, confesso, sou apaixonada por elas. Talvez por eu ser patologicamente prolixa.:o(
Mas vou avisar uma amiga minha, paulista , médica e *bastante sensível* hohoho para vir ler.
Vai adorar.;-)
Mais beijos
M

Meg (Sub Rosa) disse...

AAh! o "lindo e inconveniente"
é um belo achado. Determinante ;-)
M

Lord Broken Pottery disse...

Carolina,
Pois é, eu até que gostaria de ter ido, mas me enrolei todo. Fica pra próxima.
Beijo

Meg,
Bom que você tenha notado meu esforço. Tenho tentado dizer em pouco espaço o que sinto. Percebi, e deve ser herança, sempre ela, que quanto mais sintético consigo ser, pareço melhor. Repare que disse pareço, não que dizer que seja.
Grande beijo

Maria Helena disse...

Lord,
hahahaha...hehehh...se por ventura não for o sabiá do Gonçalves Dias é labirintite,heim!!
Na minha rua tem muitas árvores mas palmeiras... aquela da Canção do Exílio não tem,mas Deus permita
que eu fique cá, e não volte para lá.
Voce já tem um edredon de penas de ganso, agora o travesseiro??? é fria heim???!!!
Bjs

Claudio Costa disse...

Aqui em Minas a onomatopéia para canto de sabiá é: "Piedade, senhor! Piedade, senhor!", entoado bem lentamente, mais pra esganiçado. Em dias muito ensolarados e calorentos, o caboclo diz: 'está chamando chuva'. . .

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
É labirintite nada, talvez um problema agudo com os penosos. Preciso arranjar um travesseiro de espuma.
Beijo

Claudio,
Vox popoli... O povo sempre tem razão, não é mesmo?
Grande abraço

adelaide amorim disse...

Tenho que reconhecer que a bronca procede. Mas bem-te-vi é um bichinho desinibido, esteja onde estiver. É que os pássaros não têm malícia, Lord, e por isso são tão inconvenientes às vezes. Afora esse inconveniente, eles fazem um som que acorda a gente de todos os sonos do corpo e da alma...
Abração pra você.

Lord Broken Pottery disse...

Adelaide,
Concordo, do corpo e da alma, um verdadeiro inferno.
Abração

Anjo Negro disse...

Você fala que eu escrevo bem, mas quem dera escrever que nem você *.*
Ainda me falta muita criatividade. Bem, aí vai as respostas aos comentários:
4- Que bom que temos o mesmo gosto político, se não podia dar briga xP
5- Ann... Ok... Mas mesmo assim prefiro não provar. Coitadas das rãs
6- É didícil, é? Para mim é a coisa mais fácil num texto. E como você conseguiu esperar tanto pelo meu post? Que paciência O.o
:}
:*

marilia disse...

Lord, já tinha lido suas lamurias lá no post da Magui...rss
esse passarinho, esta mesmo acabando com vc!!!
aqui, acordo com os acordes dos sinos do convento, que fica no alto do luxemburgo, e acredito, bem perto da casa do Claudio...
Eu não conhecia o "piedade senhor"...
Conheço só o "tô fraco, tõ fraco" cano daquele passarinho que "parece que fala"...
pobre lord...
compre cêras pro ouvido...rsss
ou uma esingarda de chumbinho!
PS: vc não tem nenhuma guardada da infância?
( vai ter gente me matando por conta da espingarda...)
bjão!

valter ferraz disse...

Lord,
poxa, até sabiá espantando o teu sono?
Aqui, acordamos com eles, e tem os "quero-queros", uma praga também. Mas, nada que me tirem o sono (pouco). Tenho um zumbido dentro da cabeça, essa sim a maior praga de todas, mata-me o silêncio!
Grande abraço

ps: tive uma recaída, tem post novo, tá?

ery roberto disse...

Lord, lembre daquela nossa velha conhecida: "...sinfonias de pardais / anunciando o amanhecer..."! Acho que é por isto que no fim do dia se reza uma Ave-Maria...

Claudia Lyra disse...

Sério mesmo?!?!? Cara.. pensei que só eu odiasse esses fanfarrões canoros!! Huahauhauahua... por que, raios, eles não começam a cantar só depois do meio-dia?!?!?!?

Alice disse...

Lord,
Como aqui perto de casa tem poucas árvores e meu bairro ser residencial(poderia ter bem mais árvores!) não ouço pássaros,mais o que me irrita são uns milicos chatos pra caete que me acordam às 5 da manhã correndo em bando e cantando umas ´musiquinhas ridículas, rs..
beijo!!

Magaly disse...

Ah, Lord, é tentar dormir mais cedo pra cumprir o sono todo antes de o sabiá começar seu repertório, ou seja, começar o exercício diário de sua carga genética.
Difícil dar outro conselho. Perder a calma diariamente por algo acima de controle faz mal à saúde.

Brincadeirinha, viu?

Eduardo P.L. disse...

Lord, linda essa imagem, "ninho entre as penas do meu travesseiro".
Só por ela já merecia aplausos, mas o reto do texto é primoroso.
Sabiá tem um canto lindo. É um privilégio acordar, ou deixar de dormir, por conta dele.
O que você diria dos gritos selvagens dos ARACUÃS, sempre em dupla ( casal), que nos acorda às seis da manhã?

Abraços

Sibila disse...

Oi Lord,
mais um lindo texto seu. Irritante, subversivo, quase inconseqüente ao negar hábito preposto de felicidade, pois ainda que no travesseiro - ou exatamente pq ali - voa universos infinitos e não cabe em compartimentos. O engraçado é q tão incômodo, vai buscar bem o travesseiro daquele qua não o expulsa, talvez muito pelo contrário.
Beijos querido!

Van disse...

Lord....
Antes um sabiá intruso no travesseiro do que mais de cem maritacas histéricas no quintal.
Ó só: tenho dois pés de jabuticabas e um pé de amora no meu quintal. Estão carregados até as tampas de frutas suculentas e doces. Veja que tormento: eu que durmo sempre (sempre!) depois das 3 ou 4 horas da manhã. (sou do avesso mesmo) acordo com minhas visitantes por volta de 6:30/7h, gritando, esfomeadas. Histeria coletiva. É um escândalo. Faça as contas das horas que (não) durmo... Isso sim é prova de que sou bem-humorada.
Teu Sabiá é fichinha, coitado!
Fosse aqui, minha gata siamesa já o teria saboreado, com toda certeza.
Quer que te empreste minha caçadora?
Acaba com teu suplício em dois tempos!
;)
Beijuca

Van disse...

PS: Deixei um presentinho pra você lá no VAN Filosofia!
Espero que aceite! É de coração.
Beijucas

valter ferraz disse...

Lord, lembrei: pede pro Rogério aquele estilingue que vcs usavam contra o periquito João (que Deus o tenha!) e acaba de uma vez com isso. A gente fica quietinho e não conta nada pro pessoal do IBAMA, ok?
Abraço, mano

Tatiana disse...

Eu te entendo.
Um dia acordei de ressaca mesmo, o que é uma cosia muito rara. Não bebo tanto ao ponto de ter ressaca, mas naquela manhã eu estava.
E os passarinhos, ai os passarinhos, tentavam me enlouquecer naquela cantoria toda.
Quase peguei o estilingue...

PS..rapaz..tu recebeste?

Lord Broken Pottery disse...

Anjo,
Quando se trata de ler, eu tenho paciência. Como você escreve bem, vale sempre esperar.
Grande beijo

Marilia,
Sou do tempo do estilingue. Considero, aliás, que sofro a vingança dos passarinhos que matei quando era moleque.
Beijão

Valter,
Eu nem esquentei muito. Sabia que aquele bichinho que nos faz escrever, logo iria te cutucar. Estou indo lá e é pra já.
Abração, mano

Ery,
Talvez, para ver se eles vão cantar em outra freguesia. Deve ser essa a origem da missa. Pedir uma dádiva.
Abração

Cláudia,
São uns pássaros vadios. Acordam mais cedo pra ficar mais tempo sem fazer nada.
Grande beijo

Alice,
Que os milicos não nos ouçam, não gosto de generalizar, mas ele sempre foram chatos.
Beijão

Magaly,
Eu costumo dormir cedo e acordar cedo. Geralmente me deito às nove e meia e vou até cinco e meia, diariamente, de segunda a segunda. Gosto de levantar cedo para ir malhar. Só que não vejo necessidade de acordar às quatro, quando os tais sabiás começam a cantoria.
Grande beijo

Eduardo,
Esse casal que você citou é educado. Acorda as 6:00 quando, geralmente, estou chegando na academia. O sabiá a que me refiro lavanta-se às quatro, é meio pinéu.
Grande abraço

Sibila,
Você, como sempre, encontra significados que às vezes me fogem. Escrever é isso, freqüentemente seguimos por caminhos insondáveis de nós mesmos. Muito bem observado.
Grande beijo

Van,
Eu se fosse você, numa situação dessas colhia todas as frutas e fazia geléia. Jaboticaba só serve pra fazer geléia. A última vez que comi a fruta, fiquei um mês sem ir ao banheiro. Outra idéia seria tocar fogo nas árvores, garanto que os passarinhos iam pregar em outra freguesia. É claro que aceito o presente, estou indo lá ver.
Beijão

Valter,
Meu irmão virou um cara ligado demais nos animais. Cria gatos, não tem problemas com passarinhos. Duvido que tenha conservado o estilingue.
Grande abraço

anna disse...

quero morrer qdo esses bichinhos começam a cantoria na madruga. me dão a sensação de ser vampira.
a solução, que sugiro a vc, é uma bela arminha de chumbinho prá derrubar o cantor.

Lord Broken Pottery disse...

Tatiana,
Pois é, só na estilingada. Acho que o nosso correio, pra variar, pisou na bola mais uma vez. Ainda não recebi. Fique tranqüila que se recebr eu aviso, tá?
Beijão

Anna,
Com a raiva que fico, tipo Urtigão, atirava com escopeta.
Grande beijo

O Meu Jeito de Ser disse...

Lord querido, dei muita risada agora, com a sua raiva dos cantores.
Jamais poderia te convidar para passar um final de semana aqui em casa, na paz em que vivemos (claro que quando não temos turistas), para acordar com o canto dos pássaros.
Nesse momento eu iria te ofender com um convite desses.
Um beijo

Adelino P. Silva disse...

Lord, uma blasfêmia.
Você tem o privilégio de acordar ao som do canto dos pássaros e não gosta disso...

Agora, esse sabiá aí deve estar mesmo de implicância contigo, pois é sabido que sabiás só cantam pouco antes do meio dia e à tarde. Principalmente o sabiá laranjeira, que tem um "canto mavioso"...
Relaxe, Lord... Já imaginou se fosse uma araponga?
Grande abraço

valter ferraz disse...

Mano, perco o amigo mas não apiada:

http://www.vidadecao.com.br/ave/index2.asp?menu=relogio.htm

Fica bravo não, tá?
Abraço forte

Sibila disse...

Jura que não tinha achado o mesmo - (vc é sempre benevolente comigo, que sei)1? Os traços das linhas são perfeitos, demais pruma vista, é isso, vc é a prova escrita (ai os blogs)! Bjs.

peri s.c. disse...

Putz, dancei. O Adelino chegou primeiro. Ia exatamente comentar do lado bom que enfim quase todas as coisas tem : podia ser uma araponga.

Elianá disse...

canta "satisfation" para ele - rebolando que nem o Mike Jager ... vai ver que consegue, ser mais brilhante e barulhento.

Adriana disse...

Otimo texto como sempre, fiquei aqui imaginando o desespero por querer matar o bendito sabia...estou voltando e aproveito deixo aqui meu muito obrigado pelas palavras de carinho deixadas no meu blog.
beijinhos carinhosos cheios de energia positiva do outro lado do oceano

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,
Se me convidar, levo meu bacamarte comigo.
Beijão

Adelino,
E desde quando a Natureza ainda sabe as horas das coisas? Faz frio no verão, calor no inverno, o ar fica seco e não estamos em Brasília, os pássaros cantam quando sentem vontade. Esculhambaram a ordem natural dos acontecimentos.
Grande abraço

Valter,
Estou indo ver mas já garanto que não ficarei bravo. Não com você.
Abração

Sibila,
Juro. Vou descobrir segredos no que escrevo, significados diferentes, quando descubro, às vezes mais tarde.
Grande beijo

Peri,
O efeito é quase o mesmo. Sabe aquela tortura chinesa da gotinha pingando? Pode ser um barulho pequeno, bonito, nem assim tão alto, mas a constância, a repetição, o torna um suplício.
Abração

Elianá, querida,
E quem é que disse pra você que eu sei rebolar?
Beijos divertidos

Adriana,
Pois é, haja desespero. Saiba que estou muito feliz com sua volta.
Beijos do lado de cá do oceano.

denise disse...

Meus Deus, Lord! O Valter tá sugerindo um estilingue! Vai sugerir que faça um sabiá assado tambem? Havia na casa antiga, uma maritaca. Diante daquilo eu preferiria o sabiá...
abraço, garoto

Anônimo disse...

lord, fui prá cama às 4 hoje porque o pelourinho tá pesado mesmo.
meu, queria afogar aqueles infernos de penas e asas.
anna

jayme disse...

Milord, há também aqueles passarinhos que, quando a gente levanta a cabeça do travesseiro, eles vêm junto?

Lord Broken Pottery disse...

Denise,
Eu, com certeza, também iria preferir.
Beijos, garota.

Anna,
E não dá vontade?
Beijão

Jayme,
Esses são os piores, sem dúvida.
Grande abraço

Milton Ribeiro disse...

O que você tem bebido?

Uma vez estava trabalhando e, ao mesmo tempo que uma revoada de pássaros passava frente a minha janela, começou a tocar no rádio As Quatro Estações de Vivaldi...

Quase vomitei, acometido de um acesso kitsch. Espero que o amigo mate logo o sabiá do travesseiro. Chega de romantismo! É uma coisa meio melada, não?

:¬)))

Grande abraço.

Anunciação disse...

As palmeiras ou as filhas delas estão aqui em S.Luis.E tem sabiá,bentivi,curió,anum,pardal,e mais outros que não sei o nome,mas os ouço a todos.Espero que resolva seu problemaa sem ter que recorrer à caçadora da Van nem usar estilingue.Ah,lembrei agora que antes havia até uma araponga aqui perto;não sei se o dono se mudou ou deram uma estiligada na pobre.

AF disse...

também gostei. muitos parabéns.

Anne Louise disse...

oi,Lord
Devo confessar que a princípio também pensei:"É labirintite!!"..mas vc já negou e eu acredito;mas tb que falta de romantismo,diante de tanta beleza eu pensar isso...deve ser pq aqui na Praia do Forte ,quem me acorda são as muriçocas..rsrs
bjs

marilia disse...

Lord, quer saber?
hoje mudei de ideia!
mas eu quero um sabia me enchendo os ouvidos que o estouro de uma arma, ainda que seja de chumbinho...
VIVA O SABIÁ, EU AINDA NÃO SABIA DESSA PARTE!
meus traumas até então, eram freudianos...
hoje são urbanos, então,,,quero o seu sabiá pra mim!!!
rsssMUITOS BEIJOS..

Eduardo P.L. disse...

Lord, seu sabiá esta com neuroses de cidade grande! Ou vc se muda para o interior, ou paga um analista para o ele!

Bom fim de semana!

ana vidal disse...

Gostei dessa ideia de analista de sabiá! Mas se é para parar de cantar, acho que entra em depressão ainda maior... a solução é colocar uns tampões nos ouvidos, lord, e pensar que seria bem pior viver ao lado de aeroporto.

beijos

(Roubei o seu post "gently weeping, que achei delicioso. Desculpe, não resisti).

Lord Broken Pottery disse...

Milton,
O pior que não bebo mais. Minha cota, para essa vida, esgotou-se em 1991. De lá para cá estou a zero, nem bombom com licor como. Agora que essa coisa de romantismo é mais melada do que os chocolates a que acabo de me referir, não tenho dúvidas. Revoadas de pássaros são dose, e como já disse não bebo.
Abração

Anunciação,
Ficam bem aí em São Luís. Aqui, em São Paulo, não fazem sentido.
Beijão

AF,
Irei te visitar. Obrigado por suas palavras.
Abraço

Ana,
Com os mosquitos tenho uma relação civilizada. Eles não gostam de mim nem eu deles. Não nos aproximamos.
Grande beijo

Marilia,
Em vista de tudo o que você passou está no seu direito. Melhor os traumas urbanos, são mais fáceis de serem identificados.
Beijão

Eduardo,
Já estou pagando o analista.
Abraço

Ana,
Gostei de me ver na Porta do Vento. Fiquei bonito na foto. Obrigado!
Grande beijo

Mauro Castro disse...

No telhado de minha casa habitam morcegos - bem menos líricos que Sabiás.
Há braços!!

Sibila disse...

Oi Lord,
passando por aqui, em pleno domingão: pausa nos estudos.
É engraçado, mas não sei se porque hoje urbana demais, gosto do cantar dos passrinhos, mesmo de madrugada. Talvez no meu caso haja paralelo com o som de crianças logo cedo (moro ao lado de um colégio): justamente porque não sou mãe, gosto, causa até felicidade (o piar dos passarinhos tb). Quando a gente acorda com eles de ressaca, é realmente infernal e quando vamos dormir com seus cantos já anunciando a manhã, muitas vezes, culpa: "Ai, tô indo dormir agora?" Faz tempo que a última não me acontece, ou pq não dormindo + a essa hora, ou pq sem culpa qdo ocorre. Não é bacana?

marilia disse...

Oi lord!!!!!
voltei, e espero vc lá amanhã...deixei um recadinho para vc!
ps; ( é mêmê,rsss. mesmo)
bjão

Lord Broken Pottery disse...

Mauro,
Esses além de barulho fazem sujeira.
Grande abraço

Sibila,
Uma coincidência: também moro do lado de uma escola. O barulho das crianças não me chateia, geralmente é em horário aceitável. Duas diferenças: nunca estou de ressaca, já que não bebo; durmo cedo.
Grande beijo

Marília,
Viche! Estou indo lá.
Beijão

Saramar disse...

Cruzes!
Bem que ele poderia cantar mais tarde um pouquinho, não?

beijos, boa semana.

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
Vai convencer o danado.
Beijão

marilia disse...

oLÁ...SINTO SAUDADES DE AMIGOS...RSSS
INDA POR CIMA...DEIXEI MEME PORCE LÁ DIA 14..RSS BJOS...

Lord Broken Pottery disse...

Marilia,
Desculpe-me. Estrou trabalhando demais. Já vou lá.
Beijo

leila disse...

Nossa, é terrível Trem um aqui perto também!

Lord Broken Pottery disse...

Leila,
Terrivelmente barulhentos.
Beijo

Blog do Beagle disse...

Fiz um acordo com a vida: acordo quando o sono acaba, quase todos os dias. Só acordo com o despertador quando tenho compromisso logo cedo. Bjkª. Elza

Lord Broken Pottery disse...

Elza,
O problema é que tenho compromissos todo dia. Não dá pra abrir mão do despertador ainda.
Beijo