terça-feira, novembro 02, 2010

Sakineh Mohammadi Ashtiani

Amanhã, no Irã, apedrejarão Sakineh Mohammadi Ashtiani. Tentarão acertar o seu rosto tendo a cabeça como alvo. A primeira pedra, quem sabe, atingirá o nariz provocando imensa dor. Seus olhos se encherão de lágrimas e de susto. O gesto natural e instintivo de proteger-se será impedido. Estará enterrada com as mãos presas. A segunda, pode ser, passará de raspão e abrirá um corte em sua orelha, oferecendo-lhe um brinco de sangue. Uma outra irá ferir-lhe a testa. Certeiros arremeços arrancar-lhe-ão dentes que ficarão soltos, brincando com a língua, perdidos e tristes na boca amarga. Suas duas vistas, então caladas e vazias, já não mais poderão enchergar corpos masculinos. Nunca. Em seguida, confusa e desesperada de medo, respirando aos trancos o ar que ventila grosso e salgado os pulmões apavorados, ouvirá um baque surdo e distante. Coração pulsando nas têmporas. Um peso áspero e pontudo afundará sua garganta. E o choro engasgado borbulhará gotinhas vermelhas delicadas num chiado estranho de panela de pressão. As próximas pedras já não serão sentidas. Embalarão sono profundo e dormente, lânguido, quase sonho. Alá, meu bom Alá.

12 comentários:

Anônimo disse...

Caco, meu amigo

sobre a violência desnaturada, nenhum comentário, a não ser o de que a humanidade não deu certo.

Sobre seu texto, idem, a não ser o de que ele dá cada vez mais certo.
Dessa vez, lindo, triste. Incrivelmente lindo e triste.

Beijo
vivina.

Lord Broken Pottery disse...

Oi, Vivina,
Pois é, a notícia estragou-me o feriado. Fiquei muito triste.
Beijo grande

Raiza disse...

=´[

Blog do Beagle disse...

Sem comentários. Elza

Eduardo P.L disse...

Faço minhas as palavras da Vivina!
Abçs.

PS A humanidade não deu certo!

Meg disse...

Uma tristeza acrescida de agonia.
Livrou-se agora, mas novo processo no horizonte.
Como dizia em Macbeth:"... something wicked this way comes".
:-')
beijos, milord

Lord Broken Pottery disse...

Oi, Raiza,
Beijo grande!

Elza,
Você tem razão. Não há muito o que dizer.
Beijão

Eduardo,
Definitivamente não!
Grande abraço

Meg,
Talvez a verdadeira tortura esteja aí.
Beijo enorme

Meg disse...

Saudades!
como se dizia antes: muito silêncio, o que está acontecendo?
Espero que tudo esteja bem, beijos

Lord Broken Pottery disse...

Meg,
Estou me tornando um cara muito óbvio. Quando sumo, normalmente, é por estar trabalhando demais. Agora mesmo estou arrumando as malas para ir fazer um trabalho em Bauru. Junte isso às aulas, e à correria normal cotidiana, acaba sobrando pouco tempo para a nossa blogosfera. Mas estou bem. Obrigado pelo carinho, viu?
Beijo grande

Maria Helena disse...

Lord
Ouvi os gemidos.
Tristeza profunda.
Bjs

Solange Maia disse...

belíssimo texto de uma repugnante realidade...

Lord Broken Pottery disse...

Obrigado, Solange. Beijo!