terça-feira, julho 15, 2008

The Best Place In The World

O mundo inteiro presta bem pouco, não há otimismo que nos faça crer em melhora a curto prazo. Violência, fome e dor parecem ser ainda os lugares mais comuns em nosso cotidiano. Achar horizontes diferenciados é difícil e tolo. Contentar-se com paisagens bonitas pequeno. Turismo? Prefiro a ventura do pensamento. IMAGINAÇÃO! O melhor lugar do mundo somos nós, espiando-nos.

46 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Meu QUERIDO Lord,

acabo de ler uma postagem no UMBIGUO :
http://1biguo.blogspot.com
que me reportou ao seu comentário, no Varal, e que de resto repetes aqui no seu post. Confesso que estou te achando muioto pessimista, mas agradeço sua importante e honrosa participação na TERTÚLIA VIRTUAL.

Meu FORTE ABRAÇO, de agradecimento.

Lord Broken Pottery disse...

Eduardo,
Não é pessimismo, não. Ando até bem feliz, vejo apenas por um ângulo diferente.
Grande abra, irmão

Só- Poesias e outros itens disse...

Lord
Lord
Lord

seu poder de síntese é extraordinário.

Sem palavras...

bjs.


Ju Gioli

peri s.c. disse...

Caro Lord
O melhor lugar do mundo somos nós, lá na Lua, olhando de longe este planetinha confuso.
abraço

Magaly disse...

Parabénstardios pelo lançamento de "Sobre o Telhado das Árvores". Deve ser lindo e vou adquiri-lo com certeza.
Estive envolvida com problemas fora de expectativa de modo que não tenho acompanhado bem os acontecimentos, como este do lançamento.
Eu o felicito com muito entusiasmo e espero ver sua obra acrescida de outros tantos livros que falem à nossa sensibilidade como os que já lançou até aqui.
Grande abraço.

Aninha Pontes disse...

E está aqui conosco. Basta, que como você disse, possamos olhar, prestar atenção e perceber que o melhor lugar do mundo está dentro de nós, está junto de nós, com as pessoas que amamos.
Hoje Mongaguá prá mim é o melhor lugar do mundo, mas naquele momento em que estou com meus filhos por aí, também se torna o melhor lugar do mundo. E porque não ter a mesma sensação quando estamos à mesa de um bar ou de um café com grandes e queridos amigos?
Muito simples.
Um beijo

valter ferraz disse...

Caco, AQUI, exatamente aqui no blog, é um dos melhores lugares do mundo, voce não acha?
Beijo, mano

ery roberto disse...

Lord, a imaginação é algo fantástico, capaz de nos mover na velocidade da luz, assim apta a nos levar ao lugar que queremos estar. Esta sensação, quando fazemos de certas lembranças uma bagagem referencial, transforma-se na viagem que pode nos levar a muitos "melhores lugares do mundo". Que bom que você participou e nos enriqueceu um pouco mais com suas idéias inigualáveis. Forte abraço.

Ery Roberto
www.infinitopositivo.blogger.com.br

Silvares disse...

Estou aí perto.
:-)
Ao ler o seu texto recordei uma outra frase, terrível mas a propósito que diz que "O inferno somos nós". E somos também o Paraíso, poderia acrescentar, mais o que fica entalado no meio e ainda o que foge pelas pontas!
Nõs somos. (ponto final)

Kay disse...

Gostei!

Marcio Gaspar disse...

o melhor lugar do mundo, pra mim, é uma cama numa determinada casa que fica numa certa praça.

anna disse...

lord, apesar do cenário, ainda acredito em mudanças para melhor.

e parte da receita vc deu: imaginação.

e a partir dela, agir para um lugar melhor, aqui e agora. e para todos nós.

GUGA ALAYON disse...

O melhor lugar do mundo é lá e amanhã. Senão ficamos presos ao passado...

Anunciação disse...

Depois de ficar à noite,sozinha,pensando,pensando,descobri que tens razão.É,sou lenta mesmo.

ana v. disse...

O melhor lugar do mundo para mim, neste momento, é "Sobre o telhado das árvores", o livro que atravessou o atlântico e acaba de aportar aqui na minha casa, em Sintra. Um lugar mágico que me levou até à minha infância, à minha avó que eu adorava.

Obrigada pelo luxuoso presente, meu amigo! Estou comovida.

Beijo grande

Lord Broken Pottery disse...

Ju,
Eu tendo economizar, tirar os excessos, dizer mais com menos, acho que fica melhor.
Beijo grande

Peri,
Beeeeeeeeeeeeeeem de longe, não é mesmo?
Abração

Magaly,
Graças à ilustradora, a Rosinha, o livro ficou realmente muito bonito. Você é muito generosa comigo, só posso agradecer este carinho que me dedica. Obrigado, viu?
Beijo

Aninha,
É bem por aí, depende do ponto de vista. Bom falar com você, precisamos marcar a ida ao seu reino encantado, a Vivina e eu.
Beijo grande

Valter,
Acho. Pena que me sobre pouco tempo pra curti-lo.
Beijo, irmão

Ery,
Quem sabe uma hora nos conhecemos? Estou lançando um livro por uma editora aí do Paraná, a Positivo. Vou ver se eles fazem um lançamento por aí.
Grande abraço

Silvares,
Acho que é mais por aí, somos tão pouco e ao mesmo tempo tanto, não é mesmo?
Grande abraço

Kay,
Que bom!
Beijo

Marcio,
Se for a praça que estou pensando, a minha cama também fica perto dela.
Grande abraço

Anna,
Haja imaginação!
Beijo grande

Guga,
Vivo fugindo do passado, tenho fascinação por ele.
Grande abraço

Anunciação,
E pra que ter pressa?
Beijo grande
Ana,
Feliz fico eu com suas palavras. É bom saber que o correio levou direitinho, através do oceano, apesar de estar em greve, a emoção até você.
Grande beijo, amiga

RICARDO BLAUTH disse...

alo Tocaio - Xará como dissem aqui em SP

não nos conhecemos pessoalmente. AINDA NÃO

ACOMPANHO DE TEMPOS EM TEMPOS TEU BLOG atraves do Varal do Eduardo que mora poucos kms de minha casa-atelier neste Paraiso(na minha opinião que) é GAROPABA-SC

ME ACHEI A MAIS DE 22 ANOS quando parei de brigar comigo mesmo.

não sei se funciona pra todos,
PRA MIM FUNCIONOU E GOSTO DE COMPARTILHAR O QUE CONSEGUI COM GENTE QUE QUER.

abraços e SUCESSOS QUE SEI QUE TENS CONDIÇÕES DE ALCANÇAR.

SOZINHO.

ABRAÇOS DE

Ricardo Blauth

artesdoblauth.blogspot.com

Lord Broken Pottery disse...

Ricardo, caro xará, ou tocaio, é claro que ainda nos encontraremos, será um prazer. Eu também não brigo comigo, seu bastante flexível com este que vos escreve. Ando em fase ótima, pode acreditar.
Grande abraço

expressodalinha disse...

Só agora cá cheguei. Mais vale tarde que nunca! Tb. acho que o melhor está na nossa imaginação. Mas o pior tb. E às vezes temos de sair de nós para dar uma ajuda nesse mundo tão precisado. Abraço e obrigado.

Lord Broken Pottery disse...

Oi Francisco, se percebi corretamente é este o seu nome, certo? Minha imaginação é muito camarada comigo. Só me leva a lugares decentes, onde encontro apenas coisas boas. Quanto a sair de mim para ajudar o mundo, já o faço, mensalmente, pagando meus impostos. Altíssimos, por sinal. Só falto o governo fazer a parte dele. Acredito que por aí, do outro lado do oceano, seja parecido.
Grande abraço

Bill Stein Husenbar disse...

É vivendo da imaginação que podemos ser felizes.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Lord Broken Pottery disse...

Caro Bill,
É claro que eu concordo, muito bem dito. Obrigado pela visita.
Grande abraço

Blog do Beagle disse...

Sou muito lenta. Vou pensar e depois volto. Bjkª. Elza

Saramar disse...

Acho que você está certo.
Mas quem acredita em si, na imensa capacidade de criar que cada um carrega na alma?
Principalmente neste mundo em que trivialidades (para não ser grosseira) são valorizadas e onde insistem em nos mostrar como podemos ser perfeitos e lindos como os modelos que vendem coisas, coisas, cada vez mais coisas?
Resta um espaço mínimo, neste mundo para que o indivíduo acredite em sua beleza e em suas possibilidades.

beijos

ery roberto disse...

Lord, que notícia excelente essa do livro pela Positivo. Mantenha-me informado, amigão, será uma bela oportunidade de estarmos juntos. E aqui coloco-me à sua disposição para qualquer tipo de ajuda que precise. Forte abraço.

Ery Roberto
www.infinitopositivo.blogger.com.br

Maria Helena disse...

Lord,
Creio que a fase boa que ora passa,
não afasta os problemas violentos e corriqueiros, mas... curta esses momentos merecidos de glória e satisfação que são seus.
A realidade tb, não é tão sinistra assim.
Bjs

Adelino disse...

Lord, por vezes é melhor mesmo vivermos o "nosso mundo interno". De preferência ao lado de pessoas a quem amamos e que nos amam de verdade. Acho que "mundo externo" não vai mudar nunca. Creio firmemente que ele, o mundo, é assim mesmo, caso contrário não seria Mundo. E nem vida.
Grande abraço.

MariaV disse...

Lindo, como tudo o que você escreve. E bem verdade!
Um beijo

Lord Broken Pottery disse...

Elza, querida,
O texto não vale que se perca tempo com ele.
Beijo grande

Saramar,
Acho que é por aí, há muita beleza interior esquecida e desvalorizada.
Beijo grande

Ery, meu amigo,
Mandarei o projeto gráfico para que você veja. O trabalho da Positivo, sem trocadilhos, tem sido muito positivo. O livro será lançado na Bienal. Pretendem investir muito em promoção. Vamos ver.
Grande abraço

Maria Helena, querida,
Você tem razão. A gente aprende na escola que tudo é relativo mas esquece rápido. A realidade, sabendo olhar, é bem bonitinha.
Beijo grande

Adelino, meu amigo,
É bem por aí. O mundo interno é que nos auxilia a olhar o externo com maior sabedoria.
Grande abraço

Maria,
Você é generosa comigo.
Beijo grande

Sibila disse...

Oi Lord,
artefato.
Bjs.

Milton Ribeiro disse...

Bonito post. Também não achei nada pessimista, apenas constatador, para não utilizar a palavra gasta "Realista".

Grande abraço, meu amigo.

Meg (sub Rosa) disse...

Meu querido Lord.
Acho, sinceramente, que deve escrever um post para dizer o quanto está bem, porque se não o fizer, muitos (não todos) vão pensar que é porque está ruim, por causa do post de 27 de maio.;-)))
Mas isso é apenas um palpite. De uma conhecedora de algumas reações blogosféricas.
Eu sei que está numa fase ótima que será fase prolongadíssima.
Vim agradecer oh! que presente lindo o que me deu, pois disso tenho certeza: o melhor presente do mundo é ser gostada, querida.
Ainda que eu concorde em tudo, em gênero número e grau, com o conteúdo deste post. Que é uma constatação.
É assim, não adianta a ditadura da felicidade, do tudo é bom, tudo está bem, tudo está no seu lugar...! E as paisagens... olhe que estão rareando.
Isso não vai paralisar nossa vida, afinal a Vida é isso e tentamos, como podemos, escapar e prosseguir.

Mas na segunda-feira, vou colocar um post inteirinho dedicado a você, milord. Que dirá mais que possa ou saiba expressar.
Obrigada, muitíssimo, pelos posts que me fizeram ficar radiante, apesar de tudo.
Viva! O Lord gosta de mim!!!;-)
(Eu ia escrever - "Conhececeram, papudos?", mas convenhamos, não ia ficar elegante, não é? Então, pronto: Não digo!
Beijos.
Extensos de tal modo que possam ser divididos e bem com Lady Cordélia.
Meguita

Lord Broken Pottery disse...

Sibila,
Obrigado, querida.
Beijo grande

Milton,
Embora atualmente ache o pessimismo uma questão de inteligência, bom gosto mesmo, já que não existem muitas razões para sermos otimistas, e alegria muito gratuita pegue até mal, deixando o sujeito com ar atoleimado, eu tenho até que olhado o futuro com certa boa vontade. Mas passa, dura só até o próximo noticiário.
Grande abraço

Meg, querida,
Espero que meus amigos, aqueles que me visitam e lêem o que escrevo, percebam que viver, de certa maneira, é mudar. Tudo é muito dinâmico, nunca somos os mesmos por muito tempo. O essencial, essa questão de estar feliz,que precisa ser batalhada cotidianamente, no meu caso anda bem. Tenho até razões para ficar otimista, mas apenas no plano pessoal. Só não fico mais, conforme disse àcima ao amigo Milton, por não ser cego. Minha responsabilidade social não vai um milímetro além dos impostos que pago. Criança Esperança para mim é prova da incompetência de nossos governantes. Como são a violência, a corrupção, a falta de vontade política para se fazer qualquer coisa. O mundo, reafirmo, presta bem pouco. E o nosso Brasil é uma parcela bem representativa desse mundo. Mas sem chororô, sem tristeza, olhando para frente e lutando. Contente por tudo o que tem acontecido comigo. Mudando pra melhor.
Beijo grande

Anônimo disse...

Estimado Lord,
cá estou também a ler o que escreves regularmente.
Vim apenas para um sorriso tímido e
um abraço silencioso.
Cariños
J.Fernandes

Lord Broken Pottery disse...

Joieli,
Tanto o sorriso, quanto o abraço, vêm com muito carinho. Obrigado, viu?
Beijo grande

adelaide amorim disse...

Detesto ter que dizer isso, mas você tem razão. A ressalva mais importante (deve haver outras) fica por conta de nossas pessoas queridas, porque nelas sempre encontramos algum motivo para alegrar o coração. Deve ser uma escuridão só não amar ninguém. Mas que a imaginação é fundamental em qualquer dos casos, não há a menor dúvida. E é de nós mesmos que ela se cria.//
Quero um telhado das árvores! Me manda os dados pra pagamento, tá?
Beijo.

adelaide amorim disse...

esqueci: meu e-mail é dedaamorimo@gmail.com

Lord Broken Pottery disse...

Adelaide,
Não lhe dou o livro pois os que recebi já acabaram, teria que comprá-lo pra lhe oferecer. É uma publicação da Ed. Globo, podendo ser comprada em qualquer boa livraria. Se não tiver é só pedir que eles arrumam.
Obrigado pelo carinho.
Beijo,
Ricardo

Van disse...

Eu já te disse hoje que eu te adoro?
Pois é......
Dito!

Beijucas

Eduardo P.L. disse...

Lord,

sei que não tem havido tempo na sua vida, para perder com brincadeiras, mas um dia desses passe no VÍTIMA DA QUINTA e veja se reconhece a vítima!

Forte abraço

Lord Broken Pottery disse...

Van,
Ouvir isso é sempre gostoso, embora a vaidade não seja propriamente uma virtude.
Beijo carinhoso

Eduardo,
As brincadeiras são talvez a melhor parte da vida. Neste caso é uma brincadeira muito séria, fruto do trabalho competente de um excelente artista. Convido aos que me visitam a irem até lá.
Grande abraço

denise.rangel disse...

É, Lord, o melhor lugar de nós , às vezes, nem é tão bonito, mas é nosso, né.
abraço, garoto

Eduardo P.L. disse...

Lord,

estou em SP e não tenho aqui seu e-mail. Me mande para cimitan@terra.com.br
para eu te enviar a Caricatura!

Obrigado pelos links TODOS!
Veja se participa dia 15 do TEMA : ÁGUA, no Tertúlia Virtual.

Forte abraço e BOM DOMINGO

Lord Broken Pottery disse...

Denise,
Por dentro somos todos bonitos. As dúvidas, as dores, as tristezas, as certezas, alegrias, felicidades, derrotas e conquistas, euforias e melancolias, ânimos e desânimos, tudo isso, bem misturado e diverso, enfeita nosso íntimo.
Beijo grande

Eduardo,
Já mandei. Bom domingo pra você também.
Abração

Magui disse...

Mas não pode desistir de blogar.Pelo visto foi isto que aconteceu!

Lord Broken Pottery disse...

Magui,
Não sou de desisitir das coisas. Diminuí apenas a freqüência. Agora mesmo, antes de passar por aqui, estava escrevendo um livro que me encomendaram. Às vezes precisamos priorizar, fazer o que nos é cobrado e pago. Prometo que farei o impossível para postar alguma coisa essa semana.
Beijo grande