sábado, outubro 23, 2010

A Criatura

Só falta mais uma semaninha. Se por um lado terei a alegria de ficar livre do criador, por outro, muito provavelmente, terei que engolir a criatura. São os ossos da democracia. O problema é que ultimamente, já lá se vão oito anos, tenho engolido muito osso. Fica para mim um consolo até certo ponto grande: o de ser minoria. Sempre tive simpatia pelas minorias. Desde Nelson Rodrigues sei que a unanimidade é burra. Mas deixa eu meter a viola no saco e calar a minha boca. Depois sobra alguma coisa na minha testa, vão dizer que é bolinha de papel, sempre dão um jeitinho de virarem o jogo. Desde os dólares na cueca essa turma se especializou em ilusionismo. Verdadeiros David Copperfields. E enquanto isso os nossos descamisados, bolsas família a tiracolo, aplaudem as bravatas do palhaço vestido de vermelho e vão às urnas onde compraram os ingressos do circo em que vivem. Estão felizes. O gigante pela própria natureza vai bem obrigado e já não dorme em berço esplêndido. Vocês querem bacalhau?

9 comentários:

peri s.c. disse...

Eh, eh, é isso, viva as minorias .

Quando ( seguramente mais que ) 30% dos " ceresumanos " que vão lá apertar os botõezinhos da urna eletrônica esquecem em 15 dias em quem votaram, esperar o que ? Exercício de cidadania ? Modernidade? Discussão séria e projetos sérios e consequentes para os rumos deste país ?
Bacalhau neles .
( Melhor pensar numa alternativa, bacalhau é caro. Cupim ! Apesar do boi produzir picanhas e alcatras, eles adoram cupim... )

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Essa coisa do cupim é bem percebida, talvez seja um gosto atávico.
Grande abraço

Meg disse...

Lord, eu acho que nem tão minoria assim; pela minha matemática - menos engenhosa e menos "lógica' que a da Emília do M. Lobato - o Cumpanhero-Chefe (deles), já não é mais maioria, já não é mais essa coca-cola toda que achava que era:-) por isso ainda vai haver 31 de outubro, coisa pela qual ele nunca, mas nunca esperava(dá até vontade de rir ou não dá?).
Quanto à bolinha de papel, não é constrangedor que eles façam não só ilusionismo tão tosco, um alarido, com uma coisa tão visível, que deviam eles mesmos, calar e seguir em frente?
Um beijo
P.S. Foi tudo bem? Estou certa de que foi:-)

Lord Broken Pottery disse...

Meg,
Ainda não sei se foi tudo bem, estou aguardando o resultado.
Beijo grande

claudio boczon disse...

A coisa ficou tão ruim, que só me resta reproduzir um email que recebi, sobre o debate dos dois candidatos:

Serra e Dilma respondem: “Por que a galinha atravessou a rua?”

Dilma Rousseff: “No que se refere ao fato de a galinha ter cruzado a rua, eu considero que este é mais um ganho do governo do presidente Lula. Eu considero que foi apenas depois que o presidente Lula me pediu para coordenar o PAC das Ruas é que as galinhas no que se refere ao cruzamento das ruas tiveram a oportunidade de poder cruzar as ruas, coisa que, aliás, só as galinhas com maior poder aquisitivo podiam no governo FHC, no qual o meu adversário foi ministro do Planejamento e da Saúde”.

José Serra: “Olha, este é mais um trolóló da campanha petista. Veja bem, as galinhas cruzam as ruas no Brasil, há anos. Eu mesmo coordenei a emenda na Constituição que permite o direito de ir e vir das galinhas. Eles ficam falando que foram eles que inventaram esse cruzamento de ruas, mas já no governo Montoro, quando eu era secretário do Planejamento, as galinhas cruzaram as ruas com maior segurança. Eu, por exemplo, criei o programa Galinha Paulistana, que permitiu que milhares de galinhas pudessem cruzar as ruas e, agora no meu governo, vou criar o “Galinha Brasileira”, em que toda galinha terá direito de cruzar as ruas quantas vezes quiser “.

selaví...

Lord Broken Pottery disse...

Claudio,
Ainda assim prefiro o Serra.
Grande abraço

Eduardo P.L disse...

Sou companheiro seu nas MINORIAS!
Forte abraço!

Anônimo disse...

Caco,

minoria, sempre!
E seu texto é maravilhoso.
Beijo
Vivina.

Lord Broken Pottery disse...

Caro Eduardo,
Vamos em frente!
Abração

Vivina, querida,
Obrigado!
Beijo