terça-feira, outubro 07, 2008

Publishing Books

A vida às vezes toma rumos surpreendentes. A minha, este ano, sem dúvida mudou muito. Capricorniano dos mais convictos, capaz de fazer as mesmas coisas diariamente, sem mudar uma vírgula, ando um pouco perdido. Antes, quando me pediam exemplo de um dia feliz, eu surpreendia as pessoas revelando que era aquele exatamente igual ao anterior, idêntico. Talvez por ser excessivamente controlador, problema que anos de análise não resolveu, a possibilidade de surpresas, a ausência de rotina, sempre me deixou com a pulga atrás da orelha. Depois que virei consultor tudo mudou. Já não tenho mais horário nem para ir ao banheiro. Durmo em cidades diferentes, como troços estranhos, faço e desfaço malas. Consulto aflito minha agenda procurando alguma coerênca. Nenhuma. E o mais estranho é que estou gostando. Trabalho, escrevo, faço esporte e, principalmente, lanço livros. Virei máquina de publicar. E para não fujir ao novo hábito, estarei unindo duas de minhas novas aptidões no próximo sábado, dia onze de outubro. Viajarei para Campinas para lançar, na FNAC de lá, às 16:30, o Sobre O Telhado Das Árvores.

27 comentários:

Janaina Amado disse...

Lord, você ganhou a liberdade. Interna e externa. Agora, só falta ganhar mais dinheiro, he he. Que os novos livros - os já lançados e os que virão - decerto vão lhe trazer. Parabéns.

Ordisi Raluz disse...

Parabéns, depois de liberto da máquinha cria asas para vôos interessantes e motivadores.

Boa sorte, MyLord.

Eu volto garatujando para não parar enferrujando.

Abraços sem consultoria.

denise rangel disse...

Agora, ninguém segura este garoto, hehe. Bem-vindo à roda-viva!Sucesso na vida nova.
abraço, garoto

Marcio Gaspar disse...

desconfio que uma das formas de se alcançar a felicidade seja transformar em rotina, a não-rotina...

valter ferraz disse...

Cac o,
máquina de publicar? Humm, bom isso. Aproveita a maré, rapaz!
E Campinas é um bom mercado para livros e sei que vc tem alguns fãs por lá.
Parabéns, mano.
Beijo

Aninha Pontes disse...

Embora o novo nos assuste um bocado, as vezes quando somos empurrados para ele, nos surpreendemos ao ver, que não é bicho de sete cabeças.
Você vem descobrindo isso.
Quanto ao sucesso, merecidíssimo.
Vai, aproveita, curta seus bons momentos.
Vamos divulgar isso.
Um beijo

anna disse...

gozado, lord, apesar de ariana gosto de uma rotina de leve. se não tenho, como foi inéditamente esse louco 2008, fico estranha,em horário comercial não me sinto à vontade para o lazer ou descanso. uma coisa meio religiosa,no pior sentido dessa palavra,como se tivesse que sofrer.

Ricardo Rayol disse...

então somos farinha do mesmo saco risos

Eduardo P L disse...

Eu sempre desconfiei das pessoas que gostam de rotina! Saúdo essa saudavel e criativa mudança, ainda que deploro e lamento as razões que a forçaram.Tenho certeza que terá doravante muito sucesso em todas as diversas áreas em que atua, e principalmente a de escritor reconhecido e aplaudido pela crítica e público. Desejo o maior sucesso em Campinas! Um forte abraço do amigo,

Lord Broken Pottery disse...

Jana,
Esta coisa de dinheiro sempre me comove. Obrigado pelos bons desejos.
Beijo

Ordisi,
Bons garatujos, sempre!
Abraço

Denise,
Vamos ver, vamos ver...
Obrigado, viu?
Beijo grande

Marcio,
Sábia dica.
Abração

Valter, mano,
Que os fãs me prestigiem, tomara!
Abração

Aninha,
É a alma do negócio. Divulgue, sim!
Beijo carinhoso

Anna,
A palavra estranhamento tem estado presentíssima em minha rotina, ou falta dela.
Beijão

Ricardo, meu caro xará,
Talvez seja uma característica ligada ao nome e não ao signo.
Abração

Eduardo, meu amigo,
Uma das certezas que tenho sempre ultimamente é da qualidade do seu afeto. Obrigado, viu?
Grande abraço

peri s.c. disse...

Caro Lord
Enquanto lia o texto, pensei exatamente no que o Marcio sugeriu, com outras palavras : sua nova rotina, é não ter rotina.
Essa situação cria algumas possibilidades, por ex. você pode se transformar em um blogueiro itinerante, com GPS .
abraço

Huckleberry Friend disse...

Parabéns, caro Lorde! Não poderei ir, mas associo-me em espírito. E retribuo com um convite para o primeiro aniversário do meu blogue. Um abraço!

Maria Helena disse...

Lord,
Sou ariana, e como tal, gosto de organização, até a correria tem que estar dentro de um roteiro, um critério, (piração mesmo). Entretanto não gosto das coisas estática, mesmice, rotina.Da mesma forma como vc anteriormente, penso que não saberia viver com tanto improviso.
É bom saber que para vc deu certo e gostou do resultado.Conseguiu enquadrar uma nova rotina.
Espero estar no lançamento do seu livro, para parabenizá-lo pelo sucesso.
Bjs

adelaide amorim disse...

Adoro saber dessas histórias, Lord!
E ao Rio, você não vem?
Beijo e estamos aguardando.

PS: Afinal, fiquei sem o livro. E o pior é que nem lembro mais se cheguei a pegar os dados bancários ou não, veja que cabeça indecente.
Vou pesquisar o assunto e volto a lhe falar, ok?

Saramar disse...

As mudanças sempre provocam alguma delícia, por mais que a gente queira manter sempre a rotina.
Meus parabéns pelos livros lançados e meus votos de que o sucesso constinue acompanhando sua caminhada.

beijos, saudades
P.S. perdoe-me por toda ausência. Estive muito doente e, agora, melhorando, volto a visitar os amigos.

Adelino disse...

Lord, fico feliz com seu sucesso. E orgulhoso por ter a sua atenção.
Acho que não existe nada melhor no mundo do que fazer o que se gosta e ainda por cima ganhar dinheiro com isso... Tudo de bom.
Grande abraço.

Sibila disse...

Lord,
a gente tem cada jeito que ninguém imagina, talvez muito menos nós mesmos. Eu estou a procura de algo mais estável em termos de ofício. Descobri que não tenho o menor talento para o que fazia antes. Não tenho absolutamente rumo definido, mas acho que algo vai se anunciar, está se anunciando sem nem mesmo que eu me dê conta. Acho que não estou fazendo nada, quando estou fazendo muito.
Felicíssima essa sua fase "lançador de livros", tem caído bem em nossas cabeças.
Beijo.

Nelsinho disse...

Que continue tropeçando na felicidade e prazer de fazer o que faz. Afinal, trabalhar muito e viajar o tempo inteiro sem se gostar da atividade, é sofrimento certo.

Um grande abraço e sucesso nos lançamentos.

Nelsinho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lord Broken Pottery disse...

Peri,
A idéia não deixa de ser criativa. É o caso de se pensar.
Abração

Caro Huck,
Comparecerei ao aniversário, com atraso, é claro!
Parabéns!

Maria Helena,
Para falar à verdade, ainda não sei se gostei do resultado. Acho que o melhor é tocar o barco sem pensar muito. Adorei conhecer você pessoalmente, viu?
Beijão

Adelaide,
O livro é fácil de ser encontrado. Como foi editado por uma editora grande, não é independente, vende nas livrarias. Estive no Rio recentemente a trabalho. Já lancei livro, uma vez, no shopping da Gávea. Foi uma experiência legal.
Beijão

Saramar,
Fico feliz com sua a volta, e mais ainda em saber que recuperou a saúde.
Beijo grande

Adelino,
De tudo só falta mesmo o dinheiro. Vamos esperar, quem sabe um dia chega? O privilegiado por sua amizade sou eu.
Grande abraço, amigo

Sibila,
Eu também não tinha talento para o que fazia. O bom era que me pagavam bem por aquilo. Agora estou fazendo o que gosto.
Beijo

Nelsinho,
Tenho conseguido encontrar felicidade.
Grande abraço

Anunciação disse...

Li e depois dei de presente Sobre o telhado das árvores a uma amiguinha que fez seis anos;e estou lendo computador sentimental.Infelizmente nenhum com autógrafo do autor.Que bom que todas essas coisas estão acontecendo e vc está gostando.Um grande abraço.

Meg (sub Rosa) disse...

Lord, meu lod, milord do coração.
Estou abjetamente envergonhada.

Tanta coisa: o blog da Janaína (que nem precisa)
Seu novo livro, o Vale a Pena, (ai, que vergonha a minha)
O lançamento em Campinas..
E eu sem ver isso.
Não tenho palavras.
Vergonha maior só a que a Marta deveria ter. tsc tsc...

Agora veja, se o meu blog é de divulgação - e eu icomendo mosca.
Lord querido , puxa e ninguém pra dar um toque.

Vc me perdoa?
Não, eu sei...
Um beijo com rabinho entre as pernas.
Oh eu!
aaiiii!

Maria Helena disse...

Lord,
Parabéns pelo lançamento.
Fiquei muito feliz , em conhecê-lo pessoalmente, sabes o quanto eu o admiro.
Já demonstrou capacidade e talento nesse novo desafio, "tocar o barco"
é muito pouco para vc?não éé? Está faltando alma nessa empreitada,que
é adversa aos seus desejos.Faça florecer tb, assim como Sobre o Telhado das árvores.
Bjs

Lord Broken Pottery disse...

Anunciação, querida,
Vamos combinar uma coisa? Você manda seu endereço para: rramosfilho@uol.com.br, e eu te envio o Vovô É Um Cometa autografado. Será um prazer para mim.
Beijo

Meg, querida, se eu tivesse o que perdoar, até que perdoava. Você eu perdoarei sempre, pro resto da vida, se aparecer esta quase que impossível oportunidade.
Beijo enorme

Maria Helena,
Você tem razão. Tocar o barco é pouco. Vou ver se compro uma lancha (risos). Também tenho muito carinho por você.
Beijos

GUGA ALAYON disse...

também sou um capricorniano cravado no chão e com ascendente em touro tb cravado no chão. Me lembro com saudades de dois anos que tinha que viajar duas a três vezes por semana pra lugares improváveis desse brasilzão.
E aí, Lordíssimo
saudades!

Van disse...

Uia!
Por pouco não apareço!!!!!!
=)))) Com certeza foi o sucesso de sempre. É meu querido, a vida te pegou de surpresa! Delícia!

Saudades. Sempre.
Beijucas. Muitas.

Eduardo P L disse...

Lord, vim ver se tinha posto ASAS para VOAR!

rsrsrs! Fica para a próxima. Forte abraço