sábado, junho 23, 2007

E-Books

Muita gente já me disse que é quando trabalho para crianças que meu texto é melhor. Não tenho opinião à respeito. Embora me considere autor infantil em primeiro lugar gosto, cada vez mais, de passear por outros gêneros.
Há algum tempo vinha me cobrando colocar no blog links para os livrinhos eletrônicos que escrevi para o Site Brincando na Rede. Finalmente lembrei-me de fazê-lo. A idéia do site, patrocinada pelo Banco ABN Real, é muito bacana. Muitos escritores importantes infantis escreveram para ele. A experiência é extraordinária na medida em que proporciona contato direto com as crianças. Os capítulos são publicados quinzenalmente. Durante os intervalos recebemos sugestões de meninos e meninas que acompanham as histórias com o maior entusiasmo. É comum alterarmos os rumos planejados em função dos palpites dados. É sempre divertido, rico, freqüentemente emocionante. Ter escrito essas três historinhas foi experiência maravilhosa para mim.

43 comentários:

Mário disse...

Lord, tem presente para você lá no APOIO FRATERNO.

valter ferraz disse...

Lord,
Fico muito contente de ver que vc colocou os links. Já tinha pensado em te perguntar, achei que haveria alguma restrição por parte dos patrocinadores, deixei prá lá.
Vejo que não era nada disso.
Quando "descobrí" aqui no começo de minhas visitas, fiquei encantado. Passei imediatamente o link para aDenise, para o Ítalo e guardei comigo também para utilizar com o Eriquinho.
Agora todo o mundo pode partilhar.
Grande abraço
ps: parabéns pelos trabalhos. Mas gosto muito quando vc escreve para nós, os grandinhos também.

denise disse...

Que bom que todos podem compartilhar com o autor a emoção de escrever! Obrigada mais uma vez, e, neste ano tão difícil pra mim, conhecer amigos como você, o Valter e a Aninha tem sido muito bom.
abraço, garoto

O Meu Jeito de Ser disse...

Parabéns pela iniciativa. Foi bom partilhar os links. Tenho certeza que será útil à muitas pessoas.
Vamos usar e abusar com o Érick.
Um beijo e bom domingo.

Glênio Gangorra disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Van disse...

Lord...
"Quem ama é uma criança. E quem é criança MEXE EM TUDO!"
Lerei teus trabalhos com prazer lúdico!
A criança que existe em mim saúda a criança que existe em ti!
Beijuca - Saudades!

Lord Broken Pottery disse...

Mário,
Irei visitá-lo.
Abraço

Valter,
Fique tranqüilo, começo a gostar de escrever para os grandinhos.
Grande abraço

Denise,
Esse ano também foi muito difícil para mim. A amizade e carinho que encontrei nesse blog me ajudam muito. Obrigado!
Grande beijo

Aninha,
Legal que vocês aproveitem. O Eriquinho vai gostar, tenho certeza.
Beijão

Van,
Obrigado pelo seu carinho de sempre.
Beijão

Ricardo Rayol disse...

Lord, uma surpresa tu escrever para o publico infantil. Eu acho muito prazeroso. Se pudesse passar no Juarez, o Cabrito Montês (link no Cor) e dar sua opinião ficaria imensamente grato.

Meg disse...

Belíssima idéia.
E , um adendo: tudo que você escreve é muito bom.
Um beijo
Meg

Eduardo P.L. disse...

Lord, eu também não sabia. Vou ler!Embora já tenha passado um pouco da idade referenciada! hahaha!

Eduardo P.L. disse...

Lord, muito legal. Gostei mesmo, e me fez lembrar do meu saudoso amigo VINCENZO SCARPELLINI que com a Leticia Moura faziam o site HISTÓRIAS-PAPELZINHO, dedicado às crianças. Não sei se chegou a visitar:

Parabéns e forte abraço.

Eduardo P.L. disse...

Lord, desculpe, mas a Sonia esta me ensinando a colocar o link nos comentários e , claro, ainda não aprendi direito. Mas se clicar nas palavras: PARABÉNS E FORTE ABRAÇO do meu comentário imediatamente anterior você irá para o link do Papelzinho automáticamente. Não sei onde estou errando pois deveria ser na palavra papelzinho e não no parabéns!. Mas visite que é bom.

Desculpe a trapalhada, mas barba o barbeiro aprende a fazer na cara do freguês!

Abraços

Lord Broken Pottery disse...

Ricardo,
Pode deixar. Vou lá ver e dou minha opinião em seguida.
Grande abraço

Meguita, querida,
A volta é definitiva, posso guardar as saudades na gaveta apropriada?
Beijão

Eduardo,
Gostei da história da barba. Vou conhecer o site e depois te falo.
Grande abraço

Tatiana disse...

Lord,
Eu estou prestes a lançar um cd infantil que é o meu xodó.
Adoro o universo infantil apesar de acreditar que quando escrevo não seja recomendada para todas as idades.
Quero te mostrar este trabalho.
Beijos

Lord Broken Pottery disse...

Tatiana,
Estou à disposição. Como você quer fazer?
BEijão

valter ferraz disse...

Lord,
eu não confiaria minha barba (se a tivesse) ao Eduardo. Ele me parece muito "barbeiro"!
Desculpe-me Eduardo, não resistí à piadinha infame.
Abraço aos dois

Lord Broken Pottery disse...

Valter,
Sei não, estamos cansados de ver a competência dele com um pincel.
Grande abraço

Cristiane disse...

Oi Lord, boa tarde!
Eu não conhecia, vou conhecer, pois me parece mesmo interessante, além de conhecer uma outra face do grande escritor que você é!

Uma boa semana,
Beijo,
Cris

Lord Broken Pottery disse...

Cris,
Acho que você vai gostar. Todos temos um pouco de criança, não é mesmo?
Beijão

Vivien disse...

Claro que vou ler tudo e comentar.;0)
Esotu ficando pouco tempo na blogofera - infelizmente - mas essa semana vou ver se consigo tirar um tempo e fazer uma overdose de bons textos.beijos.

anna disse...

adorei o 1,2,3. como meus filhos já passaram dessa fase, tava por fora dos e-books infantis.
parabéns!

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Lord... realmente um encanto seus livros, o trabalho pras crianças!!! Faz pra gente grande tb!!!!!!heheaheh, ,bjuss

Lord Broken Pottery disse...

Vivien,
Obrigado!
Beijão

Anna,
O Site é muito bacana. Tem outras historinhas, de outros escritores, excelentes.
Beijão

Polly,
Pra gente grande? Estou aprendendo.
Beijão

Maria Helena disse...

Lord,
estou encantada. Adorei O livrinho sem figuras. Olivia muito bom.
Litura gostosa que prende,Parabéns.
Quando a Vivien ainda não sabia ler,meu marido e meu pai liam muito pra ela. As vezes já cansados pulavam disfarçadamente uma página,mas ela muita atenta nas histórias, mandava voltar.Ao ser alfabetizada, meu marido mandou via correio um livrinho de histórias,com uma dedicatória
dizendo que a partir daquela data estava isento,e a leitura seria dela. Nunca mais parou.
Ela vai ficar uma fera comigo,mas contei, pronto, é verdade.
Bjs

Van disse...

Querido.....
Você elogiando as minhas palavras...
Com certeza um troféu pra ser exibido em redoma de vidro e lugar de destaque. ;)
Mais uma vez, obrigada!
São seus olhos!
......
Beijuca

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
A história é tão bonita, acho que a Vivien vai gostar de saber que você contou. Obrigado pelo seu encantamento, adorei a palavra usada para descrever o sentimento.
Grande beijo

Claudia Lyra disse...

Lord, que coisa linda! Amei suas histórias. Obrigada pelo presente!

Lord Broken Pottery disse...

Claudia,
Puxa vida, que bom que você gostou!
Beijão

Lord Broken Pottery disse...

Van,
São nada! Você escreve bem.
Beijão

Claudio Costa disse...

Lord, fui conferir o link dos e-Books: maravilhoso. Vou recomendá-lo: diversão sadia, instrutiva e criativa.

Lord Broken Pottery disse...

Claudio,
Bacana, não é mesmo? Não me canso de recomendá-lo.
Abração

Anônimo disse...

Lord Caco,
como é bom ver suas histórias sendo lidas e amadas. E como é bom ver o "Livrinho Sem Figuras" sendo destacado. É que ele tem uma bela história paralela, não é?
Parabéns, e um beijo.
Vivina.

GUGA ALAYON disse...

Lord, já passeio com minha filha de sete por lá faz uns tempos, principalmente com a confecção de histórias em quadrinhos, que ela gostou demais. O site é muito bom mesmo e vou acompanhar seu e-books lá.
abração e parabéns

Eliana disse...

remix para infantes e juvenis

Lord Broken Pottery disse...

Vivina,
Também tenho um sentimento especial pelo Livrinho. Tenho encontrado você visitando muitos blogs, é sempre bom ler você. Precisamos combinar um almoço um dia, para conversarmos pessoalmente.
Beijão

Guga,
Legal. depois me diga o que achou.
Abraço

Eliana,
Remix pra gente igual a gente.
Beijão

marilia disse...

lord, que prazer vc ter ido me visitar...
eu estou aprendendo a te admirar pelas cronicas, e pelos comentrios de seu ultimo livro, o qual não li, esta na minha lista...
saber que vc escreve pra crianças é fascinante!
eu percebi que suas abordagens sobre sua infancia são tb lembranças gostosas. sabe, ey tb tenho saudades do beliscões da vóvo!!!!
um grande abraço, e vou usufruir dos links

Anunciação disse...

Já li o primeiro.Depois volto pra ler os outros.Adorei.

Lord Broken Pottery disse...

Marilia,
Tive realmente uma infância muito querida, acho que ajuda a escrever para crianças.
Beijão

Anunciação,
Obrigado pela atenção que você me oferece.
Beijão

Tatiana disse...

Lord,
Este cd infantil já está indo paraa as prensas. Maravilha. Já já estarei com ele na mão aí eu farei um barulho imenso e todos saberão que ele chegou. Te aviso, tá? Falta muito pouco.

Lord Broken Pottery disse...

Tatiana,
Legal. Não esqueça de mim.
Beijão

Biajoni disse...

do caralho!
trabalho numa história infanto-juvenil com minha filha: O SALGUEIRO SURDO, A ACELGA CEGA E O MATINHO MUDO.
:>)

Lord Broken Pottery disse...

Biajoni,
Gostei muito do título. Acho legal esse jogo de palavras, privilegiando o lado sonoro delas, quando lidamos com crianças. Quando será o lançamento aqui em Sampa do outro trabalho?
Abração

psicologo@ricardomardegam.com.br disse...

Escrevi um livro sem a letra A - Ele se chama A- (lê-se a negativo). Ricardo Mardegam

Um livro surpreendente.
Diz de um filósofo que emerge e sucumbe em seus conceitos
teóricos e ressurge como um ícone incompreendido.
Seus conhecimentos, ensinos e conteúdos podem muito
nos dizer sobre questões do existir, sobre o Ser e sobre o
universo dos homens.
Foi escrito de modo que um dos signos do nosso uso
comum (o A) fosse excluído e que, mesmo com esse
jeito diferente de escrever, houvesse o entendimento do
conteúdo nele exposto.
É com muito gosto que ofereço este texto... E espero que
gostem, pois gostei de escrevê-lo e quero crer no seu
percurso promissor no mundo dos novos escritos.
Bom divertimento e, em breve, nos veremos, de novo, em
um outro delírio de escritor que quer o diferente, o novo,
o (im)possível como desejo.

psicologo@ricardomardegam.com.br