terça-feira, fevereiro 17, 2009

Toys

No quintal enluarado os brinquedos esquecidos refletem sombras prateadas e a tristeza do abandono contrasta com a alegria que trouxeram durante o dia para os meninos encantados daquela casa esguia perdida no meio do quarteirão prensado entre as duas ruas mais importantes daquele bairro longínquo perdido no meio da cidade onde as crianças ainda sabem brincar e brincam tanto que suam gotinhas salgadas em forma de buços e correm e gritam e se cansam de montar quebra-cabeças em forma de mapa-múndi e pedalar velocípedes de plástico e jogar queimada rindo as bandeiras despregadas e pular corda até não aguentar mais de tanta diversão que há neste mundo vasto mundo de tantos Raimundos.

64 comentários:

Cristiane disse...

Seu texto me lembrou brinquedos e brincadeiras da minha infância.

Caro Lord, é sempre bom vir aqui ler-te.

Ainda em tempo: Uma boa semana!

Marcio Gaspar disse...

saramago for kids?

Sibila disse...

Uau, Lord, que coisa mais encantadora!

Beijos!

Lembrei: para uma sobrinha minha, quando bem criança, o quebra-cabeça era monta-cabeça.

Anônimo disse...

Lord:Que perfeito estilo e demontração de talento sensível sem pontuação e sem perder o fôlego com a verdade de uma criança .Ufa!

Com admiração

Günther.

hélio disse...

E quando adultos, perdemos a capacidade de brincar por brincar, rir sem julgar, correr sem rumo, pedalar sem destino, jogar sem placar...

valter ferraz disse...

Caco,
"rir a bandeiras desbragadas". Essa expressão entrega a idade. É do século passado. Assim como as brincadeiras. Do tempo em que um pedaço de pau e uma latinha de molho de tomate eram trator e pá carregadeira. Depois um banho na lagoa, goiaba tirada do pé e limonada sem gelo no café da tarde. à noite íamos dormir exaustos. E felizes.
Beijo, mano

denise rangel disse...

Quando só me vinham lembranças amargas da infância, ler teu texto me fez recordar as brincadeiras inventadas e os brinquedos criados com sucata e muita imaginação.
A gente era criança de verdade.
abraço, garoto

Arnaldo disse...

Que beleza de texto! Sem pontos, sem vírgulas, sem necessidade.

Janaina Amado disse...

LINDO texto, querido Lord.
PS - Por que os 3 últimos títulos em inglês? Tá mudando de língua?

Aninha Pontes disse...

E toda a alegria verdadeira de criança.
O saber ser feliz, sem reservas, com verdade e inocência.
Lindo seu texto, que nos transporta.
Beijos

valter disse...

Márcio,
não. Lord Broken for kids!//
Janaína,
o Caco SEMPRE colocou os títulos em inglês. Ele adora Heastings!

claudio boczon disse...

Do balaco, Caco!

Lord Broken Pottery disse...

Cris,
Na maioria das vezes é bom lembrar da infância da gente. Boa semana pra você também (quer dizer... espero que tenha sido).
Beijo grande

Marcio,
Sei não... Conheço pouco o Saramago. É um autor que não consigo ler.
Grande abraço

Sibila,
Que bom que você gostou!
Beijo

Günther,
A admiração fica por conta do carinho e amizade.
Grande abraço

Hélio,
Concordo. Perdemos, infelizmente, tudo isso.
Grande abraço

Valter,
Que idade? Ouvia minha avó dizer.
Beijo, mano

Denise,
Acho que fomos, crianças de verdade.
Beijo grande

Arnaldo,
Um pequeno exercício.
Grande abraço

Jana, querida,
Você não deve ter reparado. Quando criei o blog, em 2006, colocava os títulos em inglês. Por se tratar de um Lord, dava um caráter mais britânico aos posts. De lá pra cá virou marca, ficou assim. Raramente coloco títulos em português.
Beijo

Aninha,
Bem de acordo com sua última fala sobre felicidade.
Beijo grande

Valter,
É isso aí, ajuda eu.
Beijo, mano

Claudio,
Obrigado, irmão!
Grande abraço

Maria Helena disse...

Lord,
Interessante, criativo, poético, passeia pelo imaginário da infância
que não volta mais, sagaz.
Presentinho para vc no Caminho Suave.
Bjs

anna disse...

fiquei sem ar ao ler!

se tem coisa que me deprime é brinquedo surrado, tipo boneca sem olhos, bicho de pelúcia rasgado,carrinho sem rodas.

porque será?

J. Octavio disse...

Lord,

Primeira vez que faço aqui um comentário...
Mas não tem o que comentar, tudo já foi dito - é muito bonito.
Resta o prazer de te mandar um grande abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
Obrigado, visitarei o Caminho Suave.
Beijo grande

Anna,
Além de deprimir, no meu caso, assusta, provoca medo, também não sei a razão.
Beijo

Zé Octavio,
O prazer é meu em receber você aqui. Venha sempre, comente, é muito bom te ler.
Grande abraço

Anônimo disse...

Caramba ,Lord!
Teu post nos arremete à lógica de um sonho num carnaval onde adultos voltam a ser crianças e brincam num breve momento de luzes e côres.Que viagem!
Obrigado por seu talento.

Abraços carnavalescos;a reflexão intelectual nunca vai superar a emoção.Vita brevis est.

Günther.

Eduardo P.L disse...

Uma pena ter chegado tarde e TUDO que eu ia dizer, já tenha sido dito e mais de uma vez! A ausência de uma vírgula sequer, não fez falta, pelo contrário deu o ritmo das brincadeiras infantis! Texto de gênio, ADULTO, tanto no ato de escrever, como de interpretar o mundo das crianças!

Lord Broken Pottery disse...

Günter,
Que tem de agradecer sou eu, pelo seu carinho.
Grande abraço

Eduardo,
Por amizades assim é que vale à pena insistir em postar, mesmo com pouco tempo.
Grande abraço, irmão

ana v. disse...

Milord, é a isto que eu chamo "brincar" com as palavras! E as brincadeiras de criança são assim mesmo... sem fôlego.
Gostei muito.
Um beijo

Lord Broken Pottery disse...

Ana,
Acho que são as palavras que me deixam sem fôlego.
Beijo

peri s.c. disse...

Ainda tenho um quintalzinho enluarado. Está lá, quando lembro de ir olhar. Alguns velhos brinquedos ainda estão cuidadosamente guardados, meu filho nunca entendeu muito bem porque não podia mexer neles.De vez em quando ainda me pego rindo à bandeiras despregadas.
Ainda bem.

Mudaram muito os suores, hoje suamos frio.

Lord Broken Pottery disse...

Peri,
Lindas palavras. Você estava inspirado.
Grande abraço

peri s.c. disse...

Caro Lord
Confesso, foi a quarta vez que vim aqui, em três não deixei rastros.
A qualidade de seus textos merece toda nossa ( possível ) inspiração na hora de comentar.
abração

Eduardo P.L disse...

Caro Lord,

para que nunca se esqueçam dos seus textos ele esta HOJE e para SEMPRE no Blog Viciado, como o MELHOR DA SEMANA, mas na verdade é também uma homenagem ao conjunto da OBRA!

Para quem não sabe:

http://blogvcd.blogspot.com/

Forte abraço

Lord Broken Pottery disse...

Eduardo,
Já estive lá. O texto fica muito melhor naquele espaço. OBRIGADO!
Grande abraço

Silvares disse...

Lord, comentei este texto lá no Blogue Viciado.
Um abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Silvares,
Já passei por lá, li o que você escreveu, só posso agradecer.
Grande abraço

Patty Diphusa disse...

Lindo o texto.

Brinquedos, parques de diversões, circos...eles sempre me deprimiram quando abandonados...

Bjs

Adelino disse...

Lord, só mesmo um escritor poderia produzir um texto tão brilhante. Meus parabéns.
Grande abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Patty,
Este abandono causa, realmente, certa estranheza.
Beijo grande

Adelino,
Obrigado, de escritor para escritor.
Grande abraço

GUGA ALAYON disse...

raimundo atual dança conforme o berimbau pois suar no quintal só se for no da Casagrande & tal.
abraços de Pequeno Nicolau

Vivendo deixando a vida me levar... disse...

Lordddd!!!! Aqui estou, depois de uns bons tempos! TEnho novidades no meu cantinho, te espero lá pleaseee!

Saudades,

Bjos
=^.^=

Ery Roberto Correa disse...

Caco, lembrei de uns carrinhos que fazíamos com latas de leite Ninho, cheias de areia, roladas com arame ligando umas às outras. Conheceu isto?

Quando alguém derrubou uma lata solta em cima daquele carro, que mais parecia um trem, e a lata rodou ao contrário, no outro dia já tínhamos inventado o carrinho de dois andares.

Também gostei do "Saramago for kids" do Márcio. É isso aí.

amigão, falta você assinar a lista de presença em meu novo endereço. Antes que me defenestrassem do Portal Globo, pulei a janela e caí no sofá macio do Blogspot. Vai lá! Tem café com creme.

Lord Broken Pottery disse...

Caro amigo Guga Nicolau,
Grande abraço

Querida Polly,
Logo estarei te visitando. Bom ter você por aqui novamente, estava com saudades.
Beijo

Ery,
Claro que conheci as latas. Podemos usar a desculpa da criatividade para tentar apagar o fato de que somos um pouco maduros.
Grande abraço

adelaide amorim disse...

Lord, essa volta à infância é necessária e faz um bem danado pra quem escreve e pra quem lê.
Já estive aqui e pensava ter deixado um comentário, mas vejo que - ou sumiu, ou me enganei :)
Beijo pra você.

Blog do Beagle disse...

Delicia de texto. Além de falar em brincadeiras, brincou com nosso idioma e não pontuou. Lindo, leve e delicioso. Sabe que certa vez eu tb publiquei um texto sem pontuação? Foi no blog do Beagle do UOL. Valeu, mu caro. BJ. Elza

Lord Broken Pottery disse...

Adelaide,
Você tem razão. Preciso desta volta à infância. Sempre dou mergulhos neste período feliz de minha vida. Talvez seja exatamente por isso que escrevo literatura infantil.
Beijo grande

Elza,
Você captou direitinho o que eu queria. Brincar com o idioma. Obrigado!
Beijo grande

Eduardo P.L disse...

Norival R. Duarte deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PESQUISA - O QUE ACHA DO BLOG VICIADO ?":

Prezados Lord Broken Pottery e Eduardo:

Bonito texto que se se prolongasse me mataria com falta de ar! Adoro essas brincadeiras com a nossa língua! Cito, vez ou outra, nas postagens do meu blog, que possuo uma máquina de moer palavras, quando trucido algumas delas nos meus textos. Se eu quisesse, ela poderia também engolir pontuações, como o Lord Broken Pottery fez tão bonitamente.

Parabéns ao Lord pelo texto e pra você, Eduardo, pela escolha e inclusão dele neste blog.

Grande abraço pros dois

Lidiane disse...

Ai, que saudade boa da infância que tive!

:)

sonia a. mascaro disse...

Puro encantamento nestas imagens da infância de "meninos encantados".
Abraços.

PS 1: Saramago é um autor que também não consigo ler.

PS 2: Como estou de "férias" do meu blog Leaves of Grass, criei um outro, Leituras & Imagens. Tendo tempo, o link é este:
http://soniamascaroleituras.blogspot.com

Aninha Pontes disse...

Querido, passando para desejar uma feliz páscoa à vocês.
Saudades.
Beijos

Mario disse...

Passando para te deixar um grande abraço.

liquidificador disse...

A ausência de pontuação deixou o texto duro e algo intratável, exigindo a atenção do leitor e contrastando bela e doloridamente com a doçura do tema.
Assim foi que eu senti.
Adoro seu blog.
Beijos respeitosos ;o)

denise rangel disse...

Ei, cadê voce?
Eu vim aqui só pra te ler...
Tudo bem?
Queremos textos!!!
abraço, garoto

Lord Broken Pottery disse...

Eduardo e Norival,
Saudade dos dois, preciso arranjar um tempinho pra cuidar do blog, tão abandonado.
Grandes abraços

Sonia,
Com muito atraso agradeço suas gentis palavras.
Beijo

Aninha,
Você recebeu meu e-mail?
Beijo

Mario, querido amigo,
outro abraço pra você.

Liquidificador,
Fico honrado com as suas palavras.
Abraço

Denise, queridíssima,
saudades, viu? Preciso arranjar mais tempo pra vir aqui.
Beijo grande

maria guimarães sampaio disse...

Querido Lord, você escreve tão bonito e só nos dá "pérolas aos poucos"?
Desde fevereiro...
Beijo de maria

Lord Broken Pottery disse...

Maria, querida,
É uma honra ver você por aqui, ainda mais com tanto carinho, tão belas palavras. Tenho escrito muito, demais, só que profissionalmente. Preciso arranjar tempo para vir aqui com maior freqüência, você tem razão.
Beijo carinhoso

Mani disse...

A gente cansa dos brinquedos quando criança, e das ilusões quando fica adulto.

Mani disse...

A gente cansa dos brinquedos quando criança, e das ilusões quando fica adulto.

Anônimo disse...

Caro Lord,

Sei que tambem ando sumido, mas isso nao significa que deixei de passar aqui de vez em sempre para ver se voce nos agraciou com alguma novidade. Saudades dos seus textos. Mas te entendo perfeitamente, sei que sua ausencia eh mais do que justificada e justificável! Take your time.

Abraco grande,

Fabiano

Anônimo disse...

Lord:

Sua andorinha faz verão.

Abraços

Günther.

adelaide amorim disse...

Lord, você anda muito sumido, não?
Um beijo!

Eduardo P.L disse...

Lord,

venho somar aos comentários dos que não aceitam tanto tempo sem postagem e seus textos!
Tanto é verdade que o Varal entrou numa campanha: A Web anda muito chata!!!Será que é por isso?

Lord Broken Pottery disse...

Mani,
Concordo com você.
Beijo

Fabiano,
Bom estar com você.
Grande abraço

Günter,
Do jeito que vai ela já entrou pelo inverno.
Abraço

Adelaide,
Ando sim, infelizmente, por absoluta falta de tempo.
Beijo grande

Eduardo,
Chato é ser obrigado a ficar tão longe de vocês.
Grande abraço, amigo

Aninha Pontes disse...

É assim, encontrou o velho brinquedo na imaginação, nas lembranças e agora não pára mais de brincar né?
Beijos e saudades.

cõllybry disse...

Sabedoria em manter a criança no corpo de adulto,e brincam como só elas o sabem fazer...

Beijitos

Van disse...

Oiiiiiiieee!
Delícia de infância tanta!
Beijucas

Marli disse...

OLÁ
Tudo bem? Queria pedir um favor. Você tem o e-mail da Vivina Assis de Viana? precisava entrar em contato com ela. Se puder envia para meu email marlidf@gmail.com . Obrigada!

ana v. disse...

Milord, cadê? Você faz falta, amigo!
Um beijo

Lord Broken Pottery disse...

Aninha,Cõllybry, Van, Marli (enviarei o e-mail) e Ana V (logo voltarei), passei pre deixar um beijo.

Diego Viana disse...

Você está mesmo bem sumido!

Lord Broken Pottery disse...

Diego,
Voc6e tem razão. Preciso me organizar melhor. Logo retorno.
Abraço