sexta-feira, janeiro 23, 2009

Words Again

Implico com algumas palavras, dificilmente as utilizo. Por mim aproveitaria a revisão ortográfica para excluí-las de nosso vocabulário. Jamais me ouvirão dizer ou escrever que minha "esposa" fez alguma coisa. Pior só a versão masculina: "esposo". Usá-las é feio, brega, de profundo mau gosto. Digo "mulher", ou "marido", bem mais elegantes e sofisticados. Não gosto daquelas que entram na moda. Hoje em dia tudo é "emblemático", vivia muito bem antes das coisas serem assim. Gostam também de "clarificar" os pensamentos, no sentido de explicá-los, esclarecê-los. Para mim ficaria melhor em roupa. Caso fosse publicitário produzindo uma campanha diria, criando um neologismo, que determinado sabão em pó "clarifica" mais as roupas. Ainda vai demorar um tempo para que aceite o "deletar", mas aí já é uma outra longa história, que não gostaria de "estartar" agora.

39 comentários:

Maria Helena disse...

Lord,
Acho tb um tremendo mal gosto utilizar a palavra esposa.Para não ser diferente, já fui obrigada a usá-la, mas o fiz envergonhada, não
sei porque.
Por outro lado pior que isso, é a expressão "obrigado eu", essa é de matar. Se é correta ou não é outra história, mas eu acho horrível.
Falar em neologismo, sou adepta deles, invento tanto, que meu marido diz:
_ Gennnte!!!?? outra que o Aurélio não tem, anotem ????rsrsrs.
Quanto ao deletar, essa eu gosto, soa bem nos meus ouvidos.
Bjs

Ery Roberto Corrêa disse...

Lord, você tem razão: é brega! Esta a melhor definição. Quando se diz, como antigamente, "entregue este livro como um presente à sua mulher", fica muito melhor, não é mesmo?

Maria Helena foi na mosca. Eu também já tinha me invocado com esse tal de "Obrigada eu" (coloquei no feminino porque ouço mais das mulheres por aqui).

Mas o que me intriga mesmo vem da juventude. Acho que não é neologismo, está mais para um vício terrível (opa, agora fiz pleonasmo). É o tal de "tipo". Ouço garotos pronunciar essa praga 5 ou 6 vezes a cada 10 palavras, "assim tipo" algo que dói aos meus ouvidos, "entende"?
Tá ligado?! PQP (perdoe), eu não aguento. E pior: eles pronunciam e até escrevem "tipow".

Vamos mal.

Adorei esta tua puxada de tema. Vai render aqui.
Abração.

Lord Broken Pottery disse...

Maria Helena,
Bem lembrada a expressão "obrigado/a eu", não fica melhor "eu é que agradeço"? Não sei porque escolhem sempre a pior forma. Talvez seja apenas uma questão de mauu gosto.
Beijo grande

Ery,
E eles agora "entendem" muito. Tudo o que você fala é acompanhado, como resposta, de um "entendi". Queria entender a metade do que eles entendem.
Grande abraço

Blog do Beagle disse...

Lord, até convivo com essas que vc citou, mas detesto "REFRESCANCIA". Outra que não aprecio é "ENVASADO". Sabe por que não gosto? Porque trata-se de pura igonância de quem escreeu o anuncio e não conhece nosso idioma! Estou ácida, hoje, não estou? Bjkª. Elza

Ordisi Raluz disse...

E desposar, então? Divórcio na certa!

Abraços desconjugados.

Arnaldo disse...

Também não gosto do termo esposa. Nunca o uso. Sei lá. dá uma conotação muito oficial a uma relação que, pelo menos no meu caso, é muito mais emocional do que formal.

Outra coisa que o pessoal está usando são dois termos que me incomodam. Um deles é o tal do "tá tirando", que é uma redução de "está tirando um sarro", no significado de estar zombando. Pode ver, a molecada está usando constantemente essa forma.

A outra, é utilizar o verbo assintir (quando se refere á televisão) sem o objeto. Tá todo mundo dizendo: "Ontem eu fiquei assistindo", "amanhã vou ficar em casa assintindo". Um horror.

Adelino disse...

Lord, como disse o Ery, o tema é ótimo. Eu uso falar "esposa" e "esposo" porque sou "antiguinho" e me sinto inibido em dizer "mulher" e "marido". Ora, se dizemos "mulher" para esposa, por que não "homem" para marido?
Já imaginou uma mulher dizendo:
- "Entregue este livro para o seu ´homem´"? Soa mal, creio.

Lord, vou "filar" este seu post, porque os "comentes" estão muito "interestantes"...

Abraços.

Marcio Gaspar disse...

esposa e esposo é péssimo, concordo. mas 'mulher' e 'marido' tb não é legal, porque é sem dúvida machista. por que não mulher e homem? porque 'meu homem' pega mal, diz o adelino. pega mal? claro... considera-se 'feio' a mulher dizer 'meu homem'', mas o homem dizer 'minha mulher'pode, né? sei...

Fernando Zanforlin disse...

" veja bem, minha senhora disse assim que, por conta das chuva tinha menas agua, isso mais ou menos lá pelo meio dia e meio , não ?"
Ƨs.

Marcio Gaspar disse...

sem contar que "minha mulher" dá um sentido de posse que é, no final das contas, pretensioso, antipático e acima de tudo... irreal.

anna disse...

sei lá, preconceito puro de minha parte, mas quem fala "esposa" me dá a impressão de ter amante.

"meu homem"? acho deselegante.
problema também é: esse é "meu ex-marido".
"ex" e meu" não combinam nada!

Lord Broken Pottery disse...

Elza,
Ácida nada, você apenas coloca uma revolta que muitas vezes é difícil de suportar. Gente que maltrata nosso idioma.
Beijo grande

Ordidi,
Desposar é mesmo demais, bem lembrado!
Abração

Arnaldo,
Ainda não tinha ouvido assistir dito do jeito que você falou. Vou prestar mais atenção.
Grande abraço

Adelino,
Se observamos que a palavra mulher tem duas acepções no dicionário fica mais simples. Masculino de mulher é marido. Desde a igreja. Aqueles que casaram no religioso ouviram: "Assim os declaro marido e mulher". Se fosse declarar "esposo e esposa" acho que menos gente casaria, rs.
Abração

Marcio,
Não acho "minha mulher" machista. É o feminino da frase "meu marido", tudo normal. Mulher tem duas acepções no dicionário. Quando nos referimos à "minha mulher" estamos usando a que se refere a esposa, com a vantagem de não usar esta palavra horrível. "Meu homem" tem significado diferente.
Grande abraço

Fernando,
Parece discurso de presidente... Do Bush, é claro.
Abração

Anna,
Ex-mulher e ex-marido (continuam com hífen na nova ortografia) me soam normal. O problema maior de esposa é que me parece brega.
Beijo

valter disse...

Caco, chego em meio à discussão, tipo assim, atrasado. Deixa estar, arrumarei um jeitinho de adentrar à conversa.
Tirou o tema da algibeira, foi?
Beijo, mano

claudio boczon disse...

do que não gosto, passo ao largo.

uma das que mais gosto é escafandro

mas esta conversa sobre a designação dos gêneros no matrimônio vai render.

abraço

Fernando Zanforlin disse...

Grande Lord, se a mulher, esposa ou senhora for um canhão é melhor falar o nome dela.
Agora se for uma gracinha como a minha, falo de qualquer jeito, minha mulher ( e é mesmo, e ela gosta de ser a minha mulher, escolhi entre milhares), minha esposa ( e é mesmo esta na lei), minha senhora (e é mesmo, é dona do meu coração). Agora se gostam ou não..., Não gostou? Coma pouco.
Simples né !!!!
Ƨs

Lord Broken Pottery disse...

Valter,
Adentrar é ótimo, palavra que foi incorporada no vocabulário policial, não sei por qual razão.
Grande abraço

Claudio,
Já está rendendo. Um dia escrevo sobre as palavras que gosto.
Grande abraço

Fernando,
Sua mulher lê os comentários do meu blog (rs, rs, rs)?
Grande abraço

Fernando disse...

Pois é, Lord
e, a cada dia mais, maltrata-se a nossa pobre lingua portuguesa/brasileira.
Na corrente do falso modernismo, chegamos a palavras úteis e bonitas esquecidas e outras, ditas atuais, horrorosas e em uso farto.
Duro de aguentar!
abs
fernando cals

valter ferraz disse...

Caco,
fazendo par com adentrar, eles se apropriaram também de "elemento". É um tal de elemento para cá, elemento para lá. No meu tempo, elemento só na tabela periódica que eu detestava.
A Aninha diz que prefere ser a minha mulher. Falou, tá falado.
Abração

Anônimo disse...

Querido Lord:

...E quando diante de uma colocação inteligente,culta,pertinente a algum assunto, aparece várias vêzes como uma marrêta numa bigorna,o "COM CERTEZA!"...

...E Estofados "em" couro,seriam sofás em cima de uma vaca?

...E se criassemos a Novíssima Hortografia,uma escrita com legumes;seria"Sustentável"?

...Depois destas colocações recebo "Co-Labore" ou "Aviso-Brévio"?

Abraços
Günther.

Fernando Zanforlin disse...

Mr.Lord, ela não lê, eu conto sobre alguns assuntos que comento ( os interessantes e curiosos). Ontem contando sobre o nosso comentário, ela deu muita risada. Obrigado por promover nossas boas risadas.
Risadas de casal feliz.
∆ßs ∞

Aninha Pontes disse...

Caco querido:
O poder das palavras.
Umas ferem os ouvidos, outras a alma.
Outras ainda, fazem tão bem à alma, assim como aos ouvidos.Se tivéssemos o poder, poderíamos banir todas as que fazem mal.
Confesso que nunca havia pensado nas palavras que você citou, dessa forma.
Elas me soam muito estranhas, formais demais, mas não sei se chega a serem feias prá mim.
De minha parte, para o meu mundinho particular, escolhi uma que você, e muitos conhecem bem.
É o "bem", e pronto.
Um beijo querido.

Aninha Pontes disse...

Ah! Parabéns ao Fernando, ele disse aqui algumas palavras, que tenho certeza, a esposa dele deve ter gostado de ler.
Essas, com certeza fizeram bem aos olhos e à alma.
Um beijo.

Sibila disse...

Lord,
muitas vezes as palavras tomam conta de mim e sai cada breguice!
Já usei "esposa" para me referir a sua mulher.Fui tomada na hora pela sensação de que seria mais educado pois não a conhecia.
Parece que a gente tem que se livrar de certas palavras de que não gostamos e que insistem em habitar a mente.
Só escrevendo para aprender a escrever; vou errando em geral, mas quando acerto - que delícia!
Beijo

Sibila disse...

E voltando: ler, ler, ler, que delícia tb quando estou ao lado de bons escritos e escritores.
Beijos again

Blog do Beagle disse...

Lord, eu voltei porque me lembrei duma coisa: aprendi que o homem ao se referir a sua cônjuge, para terceiros, deve dizer "minha esposa". Quando ele apresenta sua cônjuge para alguém diz: "minha mulher". Por outro lado, a mulher sempre deve dizer "meu marido". Isso eu aprendi na escola e se não me engano, o termo "esposo" é criação popular. Pelo que me lembro, existe diferença no tratamento e é deselegante dizer minha esposa no lugar de minha mulher... Bom, isso era no século passado kakakakakakakakak Outra bjkª. Elza

jugioli disse...

Lord, ser chamada de "mulher" é um grande privilégio existencial, contêm os seus mistérios- eternos-no feminino.

bjs.

JU

Fernando Zanforlin disse...

Obigado Aninha.

adelaide amorim disse...

Lord, você tem razão, "esposo" e "esposa" são insuportáveis e breguinhas mesmo. Como a língua varia de uma época para outra, não é mesmo? Houve tempo em que se podia usar esses termos. Já "clarificar" é coisa mais recente e igualmente fora do contexto da lavanderia. E o que você me diz de "inicializar" e afins? E o famigerado gerúndio? Isso não é evolução da língua nem assimilação de termos estrangeiros, é burrice mesmo. O assunto dá crônicas quilométricas, ótimas de encomendar ao João Ubaldo, que faria a gente chorar de rir.
Beijo.

Janaina Amado disse...

Lord, pior que "esposa" e "esposo", só "cônjuge"! Assino embaixo.
De volta das férias, passei aqui para te ler e deixar um grande abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Fernando,
Concordo com você, Nossa língua já foi mais bem falada e escrita.
Grande abraço

Valter,
Que a Aninha sempre soube das coisas eu não tenho a menor dúvida.
Beijo, mano

Günther, meu velho,
Também não gosto da palavra sustentável. Acho lamentável que tanta gente ganhe dinheiro com uma coisa tão bem intencionada.
Grande abraço

Fernando,
Fico feliz sempre que encontro amigos felizes. Sei que é uma declaração babaca, mas fazer o que se é assim que sinto?
Grande abraço

Aninha,
Você faz muito BEM!
Beijo, querida

Sibila,
Eu também ‘as vezes tenho esta dificuldade, até por saber que muita gente tem dificuldade em referir-se a mulher. Aí acabo dizendo esposa e depois me arrependendo.
Já disse isso pra você. Você se cobra demais, de minha parte se vejo você acertar.
Beijo grande

Elza,
Deus me livre de ter uma cônjuge, é pior do que ter uma esposa (risos).
Beijo, querida

Ju,
Acredito que deva ser.
Beijo carinhoso

Adelaide,
Um dia escreverei sobre o gerúndio. Sou mais benevolente com relação a eles, preciso explicar porque.
Beijo grande

Jana, querida,
Feliz retorno às postagens. Estava com saudades.
Beijo

ana v. disse...

Sorri com este texto, Lord. E é curioso, há palavras e expressões que tem diferentes significados aí e aqui em Portugal. Mas não é o caso: "esposo" e "esposa" são igualmente insuportáveis por cá...

Um beijo

Claudio Costa disse...

E a palavra "patroa"? "Vou falar com a patroa pra preparar o almoço". Argh!

denise rangel disse...

Há os que preferem usar o "dona encrenca". Tem coisa pior?
Também não gosto de esposa ou esposo. É algo meio santificado, hehe. Gosto de ver como as palavras entram e saem de moda.
abraço, garoto

Fernando Zanforlin disse...

Big Lord, não tem nada de babaca, meu amigo.
Desculpe-me, mas bacaquice é ter vergonha de dizer qualquer desses adjetivos referente a pessoa que vc. ama, escolheu para te acompanhar a vida toda e ser mãe dos seu filhos. Diga-me, só um maluco não sente orgulho de referir-se a pessoa que ama dessas maneiras triviais? Tanto faz, uma coisa ou outra.
Vou me importar como as pessoas me analisam com eu me refiro a minha Mulher?
Sir Lord Mr. Caco obrigado por fazer-me refletir sobre isso, apesar de ser um detalheco.
Dou uma dica: Mulheres mal amadas, reflitam sobre os valores importantes para suas vidas.
Desejo a todas que dia encontrem alguém para apresentar, com orgulho: MEU MARIDO, MEU ESPOSO...
Ƨs.

peri s.c. disse...

Moderninho e malemolente, de vez em quando inzoneiro, apresento Mme. P.S.C. como a "minha tchutchuca".

b disse...

E ouvir o chefe meio limitado , em reunião, ficar falando "otimizar" o trabalho...também é dureza!

GUGA ALAYON disse...

e patroa, rola?

Fernando disse...

Oi, Lord,
esposo, para mim, é uma palavra inxistente no meu dicionário.
Esposa, só se for para xingar a indigitada.
Emblemático....xôôô!!!
Tantas palavras bonitas na nossa lingua, mas tem algumas...
abs
fernando cals

Lord Broken Pottery disse...

Ana,
Cada vez mais me delicia estas diferenças entre palavras aqui e aí.
Beijo grande

Claudio,
Eu uso patroa às vezes para fazer graça. É tão ridícula que tende ao hilário.
Grande abraço

Denise,
Também me fascina esta coisa de moda relativamente às palavras.
Beijo

Fernando,
Suas palavras são sábias. Bom ter você por aqui.
Grande abraço

Peri,
Inzoneiro só fica bem na música.
Grande abraço

B
Otimizar é uma forma de pessimizar o trabalho.
Abração

Guga,
Só de brincadeira.
Abração

Fernando,
Bom saber que você concorda comigo.
Grande abraço